Praça Cívica da UFJF sedia 21º Encontro do Automóvel Antigo

Com o objetivo de preservar a memória dos veículos por meio de exposição automobilística,foi aberto nesta sexta-feira, 4, o 21º Encontro do Automóvel Antigo na Praça Cívica da Universidade Federal de Juiz de Fora (UFJF). O evento vai até domingo, sendo esta a segunda vez consecutiva que o campus é escolhido como espaço para a exposição.

O evento é organizado pelo Veteran Car Club do Brasil, conhecido popularmente como Clube do Automóvel Antigo de Juiz de Fora. Segundo o vice presidente do clube, Henrique Thielmann, o encontro conta com a participação de expositores de toda a região Sudeste do Brasil, “e a localização e a infraestrutura em torno da Universidade trazem maior comodidade para os expositores e visitantes. Em um momento como este, de dificuldade econômica, trazer as pessoas para Juiz de Fora não é uma tarefa fácil, mas sabendo que a UFJF oferece boa localização, hotéis e restaurantes próximos, tudo fica um pouco mais fácil”.

De acordo com a pró-reitora de Cultura, Valéria Faria, trazer para a Instituição uma iniciativa como esta possibilita um resgate da cultura e da história relacionada ao automobilismo. “É um evento tradicional para a nossa cidade e se faz muito relevante, pois, além de resgatar os quesitos de cultura e memória, possibilita uma troca de experiências e difunde esse conhecimento em um espaço que o valoriza, como a UFJF”, ressalta.

 

Paixão

José Maria Ferreira é juiz de Direito aposentado e tem paixão por carros antigos desde jovem. Essa história começou há 42 anos, quando ganhou o seu primeiro carro, um Plymouth 1936, que pertencia a seu tio. “Meu tio não sabia dirigir. Sempre que ia até a casa dele, ele pedia que eu dirigisse. Um dia, ele mudou para uma casa que não tinha garagem e me perguntou se eu queria ficar com aquele carro”, conta. Ele comenta que a exposição de carros antigos acaba se tornando uma “desculpa” para poder reunir os amigos que compartilham da mesma paixão. “O nosso movimento é altamente democrático. Eu sou juiz de Direito aposentado e, nesses eventos, encontramos mecânicos, ex-ministros, e o que temos em comum? A paixão por carros antigos. Depois todos sentamos na mesma mesa para conversar. Não há discriminação. Entre nós existe fraternidade”, complementa.

O expositor, que já viajou para boa parte do país e exterior para apresentar seus modelos de carros antigos, exibirá sete deles no Encontro: De Soto 1930; Ford Landau 1972; Plymouth 1936; Mercedes-Benz 1985; Pick-up Chevrolet 1969; Opala Diplomata 1990; e um Mercury 1959.

Os interessados poderão visitar a exposição neste sábado, das 9h às 18h; e amanhã, das 9h às 14h.

Postado originalmente por: Diario Regional – Juiz de Fora

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com
%d blogueiros gostam disto: