Sala de Operação da Dengue aplica larvicida nas marquises da Rua Halfeld

A Sala de Operações da Dengue está de olho nas marquises das ruas do Centro da cidade, local propício para acumular água, o que facilita a proliferação do mosquito Aedes aegypti, transmissor da dengue, chikungunya e zika. Depois de aplicar larvicida nas marquises das ruas Santa Rita e Barão de São João, agentes de combate a endemias vão trabalhar, nesta terça-feira, 9, na Rua Halfeld.

A partir das 5 horas, eles vão aplicar vectobac (larvicida) nas marquises do Calçadão, desde a Praça da Estação até a Avenida Barão do Rio Branco, nos dois lados da rua. Na próxima quinta-feira, 11, será a vez da Rua Marechal Deodoro receber a aplicação.

Segundo o Departamento de Vigilância Epidemiológica e Ambiental (Dvea), marquises, quando não passam por limpeza e manutenção, podem se tornar um problema. É comum o acúmulo de água nas estruturas, que podem virar criadouros para o mosquito Aedes aegypti.

No final de 2018, a Prefeitura de Juiz de Fora (PJF) fez uma fiscalização no Centro e notificou vários proprietários de imóveis cujas marquises apresentavam acúmulo de água.

Denúncias de situações que podem levar à proliferação do mosquito devem ser feitas pelo telefone 199 – Disque Dengue.

Fonte: PJF

Postado originalmente por: Diario Regional – Juiz de Fora

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com
%d blogueiros gostam disto: