Suspeito acusado de matar casal em 2017 será julgado hoje

O acusado de assassinar Caio Sérgio Gomes Marques, 24 anos, e Luísa Lima Machado, de 22 anos, será julgado hoje em Juiz de Fora. O casal foi morto no Bairro Previdenciários em 2017. O acusado de ser o autor do crime é o jovem Higor Paulo da Silva de 28 anos.

No entanto, por decisão do juiz Paulo Tristão, apenas o acusado de ser responsável pela execução do duplo homicídio será julgado. O mandante, que é um jovem de 22 anos, passará por um teste de insanidade mental. Na época do crime, a dupla tinha 25 e 19 anos respectivamente.

De acordo com o advogado do mandante, Nelson Rezende Júnior, seu cliente está internado numa clínica psiquiátrica. A expectativa é que o julgamento não termine hoje em decorrência da grande quantidade de testemunhas a serem ouvidas.

 

Relembre o caso

Caio Sérgio Gomes Marques e Luísa Lima Machado foram encontrados mortos dentro de uma caminhonete, no Bairro Previdenciários (Zona Sul de Juiz de Fora). Segundo informações da Polícia Civil, o motivo do crime seria uma dívida entre o autor do crime e Caio por conta de drogas, mais especificamente maxixe.

A perícia constatou que as vítimas foram alvejadas na cabeça e que o atirador estaria dentro dele. Durante a remoção dos corpos, foram encontrados também duas cápsulas de pistola calibre .45, sendo que uma delas estava no banco e a outra no assoalho do carona. A perícia encontrou ainda um boné vermelho.

De acordo com o inquérito policial, as vítimas foram atraídas para ao local do crime, numa emboscada planejada pelo próprio mandante, que queria comprar cerca de 200g de maxixe. No local o casal foi surpreendido pelos disparos.

Postado originalmente por: Diario Regional – Juiz de Fora

WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com
%d blogueiros gostam disto: