UFJF promove atividades para conscientizar e combater a homofobia

O Grupo de Estudos e Pesquisas em Gênero, Sexualidade, Educação e Diversidade (Gesed), da Faculdade de Educação (Faced) da UFJF, realizará uma serie de atividades neste mês, abordando o tema “Combate à LGBTTIfobia: construindo resistências em tempos de conservadorismos”. O intuito é discutir formas de diminuir a não aceitação das diferenças, da sexualidade dos gêneros e junto a isso, debater com escola e comunidade, como estas relações são atravessadas por visões preconceituosas, discriminatórias e como afetam a vida das pessoas, especialmente as que sofrem esse tipo de violência em seu cotidiano.

As ações incluem rodas de conversa, mesa redonda e cine debate e serão realizadas às quartas-feiras, às 19h. No próximo dia 10, será exibido um documentário com o tema “De gravata e unha vermelha”, na sala de demonstração da Faced. “A intenção é derrubar algumas barreiras e discutir temáticas presentes no cotidiano. Esse é um desafio, inclusive das ciências humanas, que pensam em como esses temas afetam diretamente as relações sociais, a organização social e a cultura. Por isso, precisamos falar cada vez mais do assunto”, comentou o professor da faculdade e coordenador do Gesed, Roney Polato.

Além disso, no mês de maio é celebrado o dia internacional de Combate à LGBTTIfobia e, há três anos, o Gesed promove atividades especiais para comemorar a data. O dia 17 de maio foi escolhido e representa a luta pelos direitos humanos LGBTTI, pela multiplicidade das sexualidades e gêneros e contra os preconceitos e as violências.

Recentemente, o caso de um jovem de 21 anos, vítima de um ataque racista e homofóbico, chocou a cidade. Lucas Ferreira foi agredido com bastões de madeira e com artefatos explosivos. Ele sofreu queimaduras no rosto e no membro superior direito e aguarda as investigações da Polícia civil, quanto às penalidades dos agressores. “Essa é uma violência cotidiana, vivida por pessoas LGBT em todos os âmbitos. Acontece nas famílias, em casa e também nas ruas. Então, mais do que nunca precisamos visibilizar e combater essas agressividades. Acreditamos na educação como modo de tentar desconstruir essa violência e lidar com as diferenças e com o preconceito”, salientou o Polato.

As atividades têm como público-alvo, além de docentes, técnicos em educação, terceirizados e estudantes da instituição, profissionais de escolas de Juiz de Fora e região, e demais pessoas interessadas pela temática. “O evento é gratuito e não tem inscrição prévia. Os interessados poderão se inscrever antes do início de cada atividade”, acrescentou o professor.

AGENDA DE ATIVIDADES DO EVENTO

Local: Faculdade de Educação/UFJF-Sala de demonstração da Faculdade de Educação/UFJF
Data: 10 de maio
Cine debate – Documentário “De gravata e unha vermelha” Com: Ailton Melo (UFLA)

Local: Sala de demonstração da Faculdade de Educação/UFJF
Data: 17 de maio
Mesa redonda: Educação e o combate à LGBTTIfobia Com: Amana Mattos (UERJ) e Anderson Ferrari (FACED/UFJF)

Local: Faculdade de Educação/UFJF
Data: 24 de maio
Roda de conversa (trocas de experiências): experiências de combate à LGBTTIfobia nas escolas

Local: Centro de Formação do Professor (Avenida Getúlio Vargas, 200 – Centro)
Data: 31 de maio
Combate à LGBTTIfobia em Juiz de Fora Com: Brune Coelho (Psicóloga/VISITRANS); Jucelio Maria (político/professor); Joana Machado (Comissão de direitos humanos da OAB/Faculdade de Direito/UFJF) Roney Polato (Professor da Faculdade de Educação/UFJF)

Postado originalmente por: Diario Regional – Juiz de Fora

4 comentários em “UFJF promove atividades para conscientizar e combater a homofobia

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com
%d blogueiros gostam disto: