Assassinato de advogado em Pará de Minas continua sendo investigado

A Polícia Civil continua as investigações sobre o homicídio do advogado Arthur Wallace Barbosa, de 45 anos, morto a tiros no fim do mês de junho desse ano, no bairro Recanto da Lagoa, em Pará de Minas.

De acordo com o delegado regional da Polícia Civil de Pará de Minas, Doutor Carlos Henrique Gomes Bueno, até o momento o caso ainda não foi solucionado, mas alguns suspeitos da autoria do crime já foram ouvidos.

O delegado revelou a reportagem do Jornal da Cidade que pediu um prazo maior a justiça para ouvir mais testemunhas e elucidar o caso da melhor forma possível. Vários detalhes estão sendo esclarecidos, como o que levou o advogado até o local do crime e quem é o principal culpado do assassinato:

Clique e ouça Delegado Carlos

Arthur Wallace Barbosa tinha 45 anos e deixou dois filhos. O advogado trabalhava na área criminalista em Pará de Minas.

De acordo com a Polícia Civil, no dia do crime, Arthur Wallace recebeu um áudio através do aplicativo Whatsapp de um suposto cliente dizendo que estava vindo a Pará de Minas para pagar por um serviço prestado pelo defensor.

O local de encontro foi a Rua José Correia de Amorim, próximo ao Parque do Bosque, onde o advogado foi assassinado. A última visualização da vítima no Whatsapp foi registrada às 15h43, do dia 30 de junho, minutos antes dele ser morto.

Por Sérgio Viana

Portado originalmente em: http://jcnoticias.com.br/postagem?id=176260&cat=205

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com
%d blogueiros gostam disto: