Cliente descobre “Chupa Cabra” em caixa eletrônico de agência bancária em Pará de Minas

A Polícia Militar apreendeu na tarde do último sábado (17), um aparelho que estava conectado a um caixa eletrônico de uma agência bancária no centro de Pará de Minas. O equipamento ia ser usado por criminosos para resgatar envelopes de depósitos bancários realizados por clientes, prática conhecida como “chupa cabra”.

Por pouco, uma mulher de 31 anos não caiu no golpe em uma agência bancária localizada na Rua Major Silvino Silva. A vítima acionou a Polícia Militar e relatou aos policiais que realizaria um depósito em dinheiro em um dos caixas eletrônicos, onde constatou que alguns terminais estavam com problemas.

Segundo a vítima, neste momento, um homem branco e baixo, que estava no ambiente dos caixas eletrônicos daquele banco, ofereceu ajuda, dizendo que um dos terminais estava efetuando depósito.

A vítima foi ao caixa indicado pelo homem e inseriu o cartão no equipamento, que ficou retido. O homem então disse a ela que ligasse no telefone 0800 que estava indicado no adesivo colado no canto superior direito do caixa.

A vítima acabou ligando tendo atendido e uma mulher atendeu o telefone identificando-se como funcionária do banco. A golpista pediu que a vítima saísse da agência para continuarem a ligação.

Desconfiada que estava sendo vítima de um golpe, a mulher telefonou para seu pai, que acionou a Polícia Militar. Quando percebeu que a PM havia sido acionada, o homem que estava na agência fugiu do local, acompanhado de outro suspeito, alto e moreno que estava com ele.

Após a saída dos suspeitos, a vítima percebeu que no caixa eletrônico estava acoplado um dispositivo de plástico, adaptado para reter os cartões. O popular “chupa cabra”. O adesivo sobre o caixa com números de telefones de SAC, Serviço de Atendimento ao Consumidor, e ouvidoria do banco, era falso. Os materiais utilizados pelos autores foram apreendidos e encaminhados à Delegacia de Polícia. Os suspeitos não foram localizados.

A Polícia Militar orienta aos cidadãos que ao operarem caixas eletrônicos, não aceitem orientações ou ajuda de estranhos, devendo, no caso de problemas técnicos ou dúvidas, ligarem para os serviços de atendimento do banco, e em casos de haver suspeita de fraude, a PM deve ser acionada imediatamente para averiguar a situação.

Por Sérgio Viana

Portado originalmente em: http://jcnoticias.com.br/postagem?id=176237&cat=205

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com
%d blogueiros gostam disto: