Prefeito de Divinópolis é denunciado ao Ministério Público pelo Conselho de Saúde

Prefeito optou por seguir as recomendações da ‘Onda Amarela’ e promotoria não vê ilegalidade no decreto

O Conselho Municipal de Saúde de Divinópolis, na região Centro-Oeste de Minas Gerais, protocolou junto ao Ministério Público, um pedido para que seja apurado o avanço da cidade para a ‘onda amarela’ do programa Minas Consciente, do Governo do Estado. O documento foi enviado após o prefeito da cidade Gleidson Azevedo (PSC) ir contra a recomendação do órgão que é deliberativo.

A macrorregião Oeste está na onda vermelha, já a micro está na onda amarela, o prefeito então optou por seguir a medida menos restritiva. Desta forma, o comércio, que se encontrava fechado desde o dia 2 de janeiro, poderá ser reaberto. A medida foi na contramão das recomendações do Comitê de Enfrentamento à COVID-19 da cidade.

Questionado sobre a decisão, o prefeito reforçou que está seguindo as regras do programa que o permite escolher uma das duas classificações. Ainda segundo o prefeito, o município adotou algumas medidas, como ‘Lei Seca’ entre sexta-feira e domingo’, e o aumento  das linhas de ônibus da cidade.

 

 

Anexos para downloads:

WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com
%d blogueiros gostam disto: