439 casos de afogamentos de crianças foram registrados no Brasil em 2017

A ONG Criança Segura apontou que o afogamento é o acidente que mais mata crianças entre 1 e 4 anos no Brasil. Em 2017, foram registrados 439 de afogamento no país, conforme os dados divulgados pela organização não governamental em conjunto com o Ministério da Saúde.

Os índices de afogamentos só ficam atrás dos acidentes de trânsito. As mortes são entre crianças e adolescentes de 0 a 14 anos no país, de acordo com a pesquisa feita pela ONG.

Além disso, sufocação, quedas, intoxicação, queimaduras e disparos de armas de fogo também são causas que levam crianças à morte no Brasil.

No entanto, há dois anos, 111 mil crianças foram internadas no país por acidentes. Os acidentes de trânsito lideram a lista com 1.190 casos. Arma de fogo é a última posição do ranking com 39 acidentes.

Houve aumento de 4,49% no número de afogamentos em 2017, em comparação ao ano anterior. O número de casos de disparo acidental de arma de fogo também cresceu mais de 95%, queimaduras também tiveram elevação nos dados, sendo um aumento de 3,83%. As intoxicações aumentaram 6,76%.

Os casos de mortes de acidentes de crianças até 14 anos no trânsito diminuíram 7,89%, sufocação declinou 5,93% e quedas 1,09%.

(com supervisão de Patrícia Marques)

Anexos para downloads:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com
%d blogueiros gostam disto: