Desenvolve Minas Gerais: 16ª edição do AMM nos Municípios aconteceu na microrregião do Vale do Mucuri

A 16ª edição do projeto “AMM nos Municípios – Encontro Online nas Microrregionais”, realizada na manhã desta terça-feira (27), levou o debate sobre estratégias para o desenvolvimento aos municípios que compõem a microrregião do Vale do Mucuri em parceria com a AMUC. Foi o encerramento desta primeira fase das viagens virtuais por Minas Gerais, que será retomada após as eleições municipais. A segunda fase é a promoção de cursos de capacitação sobre encerramento de mandato, que já contemplou quatro turmas com importantes temas para entregar a administração pública de forma correta e sem intercorrências.

Participaram da abertura o vice-presidente da AMM e prefeito de Pirajuba, Rui Gomes Nogueira Ramos, representando o presidente da AMM e prefeito de Moema, Julvan Lacerda; o diretor técnico do Sebrae Minas, João Cruz Reis Filho; e o diretor da AMM região Jequitinhonha/Mucuri e prefeito de Ladainha, Walid Nedir Oliveira, representando o presidente da AMUC e prefeito de Santa Helena de Minas, Artur Rodrigues da Silva;

Assim como em todas as edições, os participantes puderam ouvir os painelistas falarem sobre temas importantes para o desenvolvimento econômico local, como: aplicação de recursos referentes à Covid-19; desenvolvimento territorial por meio dos consórcios públicos; cases regionais e o trabalho feito pelo Sebrae, AMM e parceiros para auxiliar os municípios nesse processo. Nesta edição, o consorciamento para a execução do Selo de Inspeção  Municipal (SIM) foi o ponto forte da reunião, já que é o que fortalecce os pequenos produtores e garante a eles uma competitividade e a inserção de seus produtos no mercado.

O prefeito de Ladainha, Walid Nedir Oliveira, representante da AMUC, destacou a importância do consorciamento para que o selo seja viabilizado. “Essa iniciativa vem de encontro com os anseios da nossa população. Esse selo sim é de grande importância, tendo em vista que quase 75% da nossa população está na zona rural. São pequenos produtores, não temos grandes fazendeiros, que com essas pequenas linhas de credito compraram uns gados, estão fazendo queijo, mas muitas vezes de forma clandestina. Mas com o SIM chegando, será de uma importância muito grande para nossa região”, destacou.

Além da contribuição e auxílio na execução de projetos como esse que desenvolvem a região, o diretor técnico do Sebrae Minas, João Cruz Reis Filho, chamou a atenção da parceria entre Sebrae e TRE na adesão de “Todos pela Democracia”, onde o próprio Tribunal vai entregar o guia do novo prefeito empreendedor a todos os eleitos. “Não adianta ter um bom trabalho se o ambiente de negócios for hostil. Então, vamos apresentar parcerias importantes do Sebrae que se preocupam com o desenvolvimento econômico. Foi aí que surgiu a parceria com a AMM. As prefeituras têm sido os maiores parceiros do Sebrae, “

Rui Ramos também destacou estar muito satisfeito com o resultado alcançado com os eventos. “Porque é necessário a gente dar continuidade ao desenvolvimento, oferecer condições para os novos gestores que vão assumir e vão precisar de muito apoio pós-pandemia principalmente, ainda não sabemos as dificuldades que vão passar”, declarou.

Palestras

Para falar sobre a aplicação de recursos referentes à covid-19, o analista de controle externo do TCE/MG, Pedro Henrique Magalhães Azevedo;  que falou da ação de fiscalização do órgão e, também, da criação de uma comissão e um hotsite da Covid-19 www.tce.mg.gov.br/covid, com todas as novas legislações.

Já o Sistema de Inspeção Regional Consorciado foi abordado pela analista técnica do Sebrae Minas, Ariane Vilhena. Ela  destacou que atualmente, principalmente com a demanda de políticas públicas concretas de meio e longo prazo, a junção de esforços e cooperação entre os entes viabiliza tais projetos de grande porte, como iluminação, saneamento e saúde. Segundo ela, os serviços de inspeção municipal são um exemplo do que pode ser feito com esse tipo de consorciamento, garantindo acesso ao mercado, segurança do alimento e fixação do homem do campo.

Na sequência, o case regional Almenara “O Selo de Inspeção Municipal e o fortalecimento dos pequenos produtores” foi apresentado por Humberto Pereira, analista do Sebrae Minas. Já o case regional “Redes colaborativas para o crescimento” ficou a cargo de Wedson Bruno Cordeiro de Sá, gestor técnico da Associação do Circuito Turístico das Pedras Preciosas.

No encerramento do evento virtual, o trabalho do “Sebrae Minas: programas e parcerias” foi apresentado por Jeferson Rodrigues Batalha, analista técnico do Sebrae Minas.

Desenvolve Minas Gerais

O evento faz parte do Desenvolve Minas Gerais, convênio celebrado entre a AMM e o Sebrae-MG durante o Delta Fórum – Encontro de Desenvolvimento Econômico para Lideranças e Territórios, que aconteceu em Belo Horizonte, em dezembro do ano passado. O principal objetivo do projeto, que tem o apoio do Governo de Minas, por meio da Secretaria de Desenvolvimento Econômico, é criar estratégias para o desenvolvimento local com a mobilização do poder público, iniciativa privada e o terceiro setor, criando condições favoráveis de sobrevivência dos pequenos negócios, que são fonte de trabalho e renda para milhões de pessoas em todos os 853 municípios do Estado.

Parceiros

O Desenvolve Minas Gerais conta com a parceria do Governo de Minas, por meio da Secretaria de Desenvolvimento Econômico, e diversas entidades, como o Tribunal de Contas do Estado de Minas Gerais (TCEMG), Tribunal de Contas da União (TCU), Confederação Nacional de Municípios (CNM), Associação Mineira de Rádio e Televisão (Amirt), Empresa de Assistência Técnica e Extensão Rural do Estado de Minas Gerais (Emater) e Conselho Regional de Engenharia (CRE-MG); todos juntos em estratégias para o desenvolvimento econômico local.

 

WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com
%d blogueiros gostam disto: