Especialistas apontam que cuidados com as máscaras devem aumentar com calor

Com o calorão, o ideal é andar sempre com uma máscara a mais para trocar

A Organização Mundial de Saúde (OMS) continua reforçando que o uso da máscara, o distanciamento social e a higiene das mãos sãos os meios mais eficazes contra o novo coronavírus. Com às altas temperaturas em Minas Gerais, o ideal é reforçar o estoque da proteção e andar sempre com um acessório a mais.  

O Brasil está entre os três países mais atingidos pela Covid-19, visto que já são mais de 4 milhões de diagnósticos positivos e mais de 136 mil mortes. A doutora em Fisiologia e mestre em Atividade Física e Saúde, Daisy Motta, reforça o uso da máscara e afirma que estamos em uma outra realidade.  

O infectologista Carlos Starling, integrante do Comitê de Enfretamento da Covid-19 em Belo Horizonte, ressalta que neste calor as pessoas precisam levar uma máscara extra quando forem sair às ruas, para que possam trocar quando a primeira estiver molhada. Além disso, destaca a importância de continuar evitando aglomerações.  

Para Unaí Tupinambás, também infectologista do comitê, nesta época de altas temperaturas, quando as máscaras ficam úmidas com maior facilidade, é preciso revezá-las mais vezes.  

O especialista ainda pondera que uma possibilidade é o uso do protetor facial, transparente, que pode ser mais confortável e obter mais adesão da população. 

Foto: proteção facial transparente/ Pexels

Já a doutora em Fisiatria, Daisy Motta, reforça que o desconforto causado pelo calor ocorre com ou sem o uso da máscara, mas, neste momento, o importante é seguir as instruções atualizadas da OMS, que indicam a utilização do EPI pela população em geral. 

Anexos para downloads:

WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com
%d blogueiros gostam disto: