Gaeco deflagra operação para combater fraude em licitações na Prefeitura de Ubaporanga

Prefeito da cidade foi preso suspeito de tentativa de homicídio contra o presidente da Câmara Municipal 

Na manhã desta quinta-feira (8), o Grupo de Atuação Especial de Combate ao crime Organizado (Gaeco) de Ipatinga, na região do Vale do Rio Doce, deflagrou a Operação Fidelis, com o objetivo de apurar fraudes em licitações na Prefeitura de Ubaporanga, na mesma região, entre os anos de 2017 a 2020, na gestão do prefeito Gilmar de Assis Rodrigues, que está preso.

De acordo com as informações do grupo, foram cumprido 22 mandados de busca e apreensão em sete empresas, na residência de empresários e funcionários públicos da cidade. Além disso, durante a operação foram recolhidos documentos e mídias.

Ainda conforme o Gaeco, pessoas jurídicas estavam se passando por funcionários públicos municipais para conseguirem facilidades na contratação com o ente público municipal, desta forma, havendo indícios de fraudes em diversas licitações.

Nas buscas em uma das residências, foram apreendidos mais de R$ 68 mil dentro de uma caixa de sapatos. Lembrando que a ação contou com o comando de três promotores de Justiça, dois delegados e oficiais da Polícia Militar.

 

 

Anexos para downloads:

WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com
%d blogueiros gostam disto: