Ideias Inovadoras: Pesquisadores usam equipamento de tomografia para pesquisar urna funerária

A tomografia computadorizada pode ser entendida como uma espécie de raio-X capaz de capturar imagens em 360 graus, ou seja, em qualquer ângulo. O resultado é rápido e permite identificar lesões e investigar vestígios de doenças como o câncer e o AVC- Acidente Vascular Cerebral.

Até aí, nenhuma novidade.

Agora imagine usar a tomografia para investigar urnas funerárias do século XV.

É isso que estão fazendo pesquisadores da Ufopa – Universidade Federal do Oeste do Pará em Santarém.

Descobertas por uma comunidade no interior do Amazonas em julho do ano passado, as urnas chegaram a ficar por alguns meses sob a guarda do Instituto Mamirauá, na cidade amazonense de Tefé.

Ao todo são NOVE urnas pertencentes a comunidades indígenas que viveram na região. CINCO delas passaram pelo exame.

A pesquisadora Anne Rapp Py Daniel explica que o procedimento permite uma análise complexa do material que serve de base para entender a cultura de um povo.

Após a análise das urnas e restauro das peças, a ideia é que elas façam parte de uma exposição itinerante pela região amazônica.

*As informações são da Radioagência Nacional. 

Anexos para downloads:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com
%d blogueiros gostam disto: