Nota de pesar: AMIRT lamenta falecimento de Hélio Jardim Faria

A Associação Mineira de Rádio e Televisão (AMIRT) comunica o falecimento de Hélio Jardim Faria, pioneiro e um dos maiores nomes da publicidade mineira, fundador e ex-presidente da Associação Mineira de Propaganda (AMP) e artista plástico consagrado no Brasil. Ele faleceu aos 91 anos. 

Neste momento de dor, a AMIRT se solidariza com familiares, amigos e admiradores e deseja sinceras condolências. 

A entidade acredita que Hélio cumpriu com êxito sua missão na vida de todos que fizeram parte da sua trajetória pessoal e profissional. 

O velório e o sepultamento ocorreram nesta terça-feira (22), às 14h30, somente com a presença dos familiares.

Talento, amor e fé

Hélio Faria, filho de Dona Fernandina e Seu Alyson, nasceu em 1929. O irmão de Orion Faria, era apaixonado pelo futebol, mas trocou o esporte pela Publicidade. Hélio casou com Aparecida, com quem teve cinco filhos. Após ficar viúvo, o artista plástico se apaixonou por Ângela, com quem continuo a construir uma família, com seis filhos, 12 netos e seis bisnetos.

Na carreira de publicitário, Hélio fundou três das maiores agências de Minas Gerais e ganhou vários prêmios regionais e nacionais. Realizado na profissão, decidiu se aventurar nas artes plásticas. Sua paixão pela ‘fé’ foi registrada em inúmeras obras. Ao todo, realizou mais de 40 exposições e eventos.

Com o seu amor e talento, conseguiu entregar pessoalmente uma de suas obras de arte ao Papa João Paulo II. A obra está exposta na área moderna do Vaticano. Além disso, Hélio também se consagrou como escritor, visto que publicou e ilustrou 25 livros.

Clique aqui para baixar a nota.

WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com
%d blogueiros gostam disto: