Rodrigo Pacheco prorroga funcionamento da CPI da Pandemia por 90 dias

O prazo inicial dos trabalhos da comissão iriam encerrar no dia 25 deste mês

O presidente do Senado, Rodrigo Pacheco (Domocratas-MG), prorrogou o prazo da Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) da Pandemia por 90 dias, durante sessão remota dessa quarta-feira (14). A CPI investiga ações e supostas falhas do governo federal e de governos estaduais na gestão do combate à Covid-19.

Desta forma, o colegiado, que seria encerrado em 7 de agosto, poderá continuar os trabalhos até o início de novembro.

O requerimento de prorrogação da CPI, de autoria do vice-presidente do colegiado, senador Randolfe Rodrigues (Rede-AP), e outros parlamentares, obteve 34 assinaturas, ou seja, número suficiente de senadores.

Caso o Congresso vote a Lei de Diretrizes Orçamentárias (LDO) nesta quinta-feira (15), a CPI terá as atividades suspensas, devido ao recesso parlamentar constitucional, de 17 de julho a 1º de agosto.

Foto: divulgação/Marcelo Camargo/Agência Brasil

Rodrigo Pacheco

Anexos para downloads:

%d blogueiros gostam disto: