Arma não dispara e assaltante é detido

 Arma utilizada em tentativa de assalto era calibre .32 e foi encontrada com sete munições. Foto: 38º BPM/Divulgação

Arma utilizada em tentativa de assalto era calibre .32 e foi encontrada com sete munições. Foto: 38º BPM/Divulgação

Uma arma que falhou em disparar e o trabalho da Polícia Militar resultaram na apreensão de um suspeito de tentativa de assalto no Residencial São Caetano. O caso foi registrado no último domingo, 12.

Segundo assessoria do 38º Batalhão da Polícia Militar (38º BPM), por volta das 23h, a Central de Operações da PM recebeu denúncias informando que uma pessoa armada havia tentado roubar um comércio na Rua Padre Rocha.

De acordo com informações das vítimas à polícia, elas foram surpreendidas por um homem que anunciou o assalto e, ao tentar efetuar disparos com uma arma, ela falhou. O suspeito fugiu rapidamente do local.

Com as características, a polícia realizou um rastreamento e localizou o suspeito na Bairro Águas Gerais. Ao ser abordado, ele assumiu a autoria do crime e disse à PM que pediu a um amigo que guardasse o revólver usado no assalto.

Os militares foram até a residência dele, que tentou fugir pulando um muro ao perceber a presença dos militares. Ele foi contido e levado de volta ao imóvel, onde a PM achou uma arma calibre .32 com sete munições.

Adolescente
Na madrugada do mesmo dia, por volta das 5h, a PM recebeu denúncias anônimas de três homens armados no Bairro Matosinhos. A polícia rastreou os suspeitos e os encontrou com base em descrições.

Mas assim que perceberam a presença da polícia, fugiram. Um deles, de 16 anos, foi apreendido. Em busca pessoal, os militares encontraram com ele um revólver calibre .38 carregado com cinco munições. O jovem foi encaminha à Delegacia de Polícia Civil.

 

Apreensão
No início da noite de sábado, 11, outras denúncias anônimas também haviam resultado na apreensão de arma de fogo.
Ainda segundo a Assessoria da PM no último sábado, 11, por volta das 19h, moradores do Residencial Risoleta Neves I entraram em contato com a Central de Operações informando que suspeitos teriam escondido um revólver em uma das caixas de medição de energia elétrica na comunidade. Ao chegar ao local, encontraram um revólver calibre .22. Nenhum suspeito, porém, foi localizado

 

Quarta arma
Outra apreensão aconteceu na última segunda-feira, 13, na cidade de Lagoa Dourada também por causa de denúncia anônima.
Militares foram informados que em uma casa no Povoado das Laranjeiras havia um revólver portado de forma ilegal por um morador.

Os policiais foram até o local e, após autorização dos residentes, realizaram uma vistoria no imóvel, encontrando um revólver calibre .38 com seis munições, uma delas estava deflagrada. Eles ainda localizaram na casa outras três balas intactas.

Postado originalmente por: Gazeta de São João del Rei

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com
%d blogueiros gostam disto: