LIRAa APONTA SJDR COM ALTO RISCO DE CONTRAÇÃO DA DENGUE

Levantamento foi realizado na primeira quinzena de janeiro e detectou 72 focos em quase 1,9 mil visitas à imóveis da cidade

A Secretaria Municipal de Saúde, através do Setor de Endemias de São João del-Rei, divulgou dia 9 de janeiro o primeiro resultado de 2020 do Índice Rápido de Infestação por Aedes aegypti (LIRAa).

Na inspeção realizada entre os dias 6 e 8 de janeiro, foram encontrados 72 focos do mosquito na cidade, número que dá a ela pontuação de 4% no que diz respeito ao nível de infestação predial e é considera pelo Ministério da Saúde de Alto Risco para a possibilidade de contração da Dengue no município.

Além disso, o índice está dois ponto superiores ao registrado no último LIRAa realizado em outubro de 2019. “Nossas comparações são sazonais. Isto é, estão relacionadas a períodos idênticos. Outubro não era uma época propícia para proliferação do Aedes por esse motivo conseguimos a pontuação de médio risco. Nosso trabalho é constante e estamos sempre promovendo ações de conscientização da população e mutirões para evitar possíveis criadouros”, explicou o coordenador de Endemias, José Jardim Júnior, conhecido como Juninho.

Na amostragem de janeiro foram visitados 1.781 imóveis e os agentes de combate e controle da Dengue encontraram 72 focos do mosquito transmissor em São João del-Rei. Em outubro foram 1.857 visitas e 36 focos.

Em 2019 foram confirmados mais de 500 casos de dengue e no primeiro mês deste ano ainda não tem registro de nenhum, mas a secretária de Saúde está com três casos prováveis de dengue.

CONSCIENTIZAÇÃO
A maioria dos focos ainda continua sendo encontrado em imóveis com presença humana, 97,2%. “Dependemos da ajuda da população. Acabar com a dengue é simples. Só não deixar água parada. Desentupir as calhas. Coisas simples que é o que sempre informamos a população. As pessoas tem que observar essas questões diariamente. São dez minutos que podem salvar vidas”, alerta o coordenador.

PONTOS CRÍTICOS
Os bairros Dom Bosco, Fábricas e Senhor dos Montes, Cidade Nova, São Geraldo, Vila São Paulo e Jardim América foram os bairros com maior índice de focos, 37. Seguido pelos bairros Jardim Aeroporto, Maquiné, Solar da Serra e Cohab com 15 focos. E os bairros Vila Santo Antônio, Pio XII, Vila Nossa Senhora de Fátima, Vila Santa Terezinha, Jardim Paulo Campos e Lombão com 10 focos.

Juninho ressalta que a preocupação da secretaria é com os bairros Dom Bosco e Fábricas que tiveram o maior índice de infestação. “Esses locais são área estudantil e tem duas universidades. É uma população flutuante que retorna as aulas e que pode vir infectada. Se um mosquito picar uma pessoa com o Aedes a proliferação da doença é muito rápida. Por esse motivo, intensificamos o trabalho de prevenção nessa região”, finaliza.

O post LIRAa APONTA SJDR COM ALTO RISCO DE CONTRAÇÃO DA DENGUE apareceu primeiro em Gazeta de São João del-Rei.

Postado originalmente por: Gazeta de São João del Rei

WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com
%d blogueiros gostam disto: