UTI Neonatal da Santa Casa precisa de doações

“Aqui vivenciamos diariamente verdadeiros milagres”. “Meu filho teve duas paradas cardíacas, mas conseguiram trazê-lo de volta”. “Minha pequena nasceu prematura e com problema sério no pulmão. Já está aqui há muitos dias, mas está para receber alta. Os médicos falam que ela é uma grande guerreira”. Relatos como estes são comuns de ouvir quando mães se reúnem na antessala da UTI Neonatal, na Santa Casa da Misericórdia de São João del-Rei.

O leite materno é o melhor alimentos para os recém-nascido, principalmente, os que estão em uma UTI-Neo Natal - Foto: Gazeta

O leite materno é o melhor alimentos para os recém-nascido, principalmente, os que estão em uma UTI-Neo Natal – Foto: Gazeta

Uma ajuda a outra a superar as dificuldades enfrentadas nesse espaço, que se torna grande diante de tanto profissionalismo e esperança. E é de uma dinâmica semelhante, de solidariedade, que os pequenos heróis da UTI Neonatal estão precisando.

Isso porque a Santa Casa iniciou uma campanha para a arrecadação de cobertores, mantas, meias e luvas, em prol desses baixinhos. “Precisamos de cobertozinhos de microfibras, além de outros produtos. Tudo em algodão e tecido antialérgico porque admitimos pacientes muito prematuros e, quanto mais macio, melhor para eles. A doação de pomadas de assaduras também é muito bem-vinda”, destaca a enfermeira e coordenadora da UTI, Marcela Santos.

Ela explicou, ainda, que há cerca de dois anos foi realizada uma campanha com o mesmo intuito. Porém, o fluxo de internações infantis é muito grande e, de tempos em tempos, é preciso retomar a iniciativa. “As roupinhas que recebemos já estão muito puídas devido à quantidade de vezes que lavamos. Precisamos de novas peças”, disse. Os produtos doados podem ser entregues na portaria da Santa Casa.

Leite Materno
Outra doação que a enfermeira afirma ser importante para a recuperação dos bebês é a de leite materno. A casa de saúde possui um Banco de Leite Humano, mas precisa de doadoras para manter o estoque. “Precisamos apenas que as mulheres venham à Santa Casa para ensinarmos como funciona tudo e que apresentem um exame de sangue com no máximo seis meses. O leite doado, inclusive, buscamos na casa da pessoa”, afirmou Marcela, lembrando que o estoque é muito baixo e que a maioria das doações são de mães que têm filhos na UTI.

Marcela destaca ainda a importância do leite materno. “É o melhor alimento para as crianças. Principalmente as prematuras. Aliás, o leite é composto de todos os nutrientes que um recém-nascido necessita. A gente está precisando muito e, quem puder ajudar, vai estar fazendo um grande bem”, finaliza.

A afirmação foi confirmada por Elisangela Sousa, que está com a filha internada na UTI. “Essas doações ajudam muito a gente aqui. Minha filha nasceu de sete meses e teve que ficar na internada para ganhar peso. Também não posso deixar de destacar o cuidado e o carinho da equipe da unidade com ela”.

Postado originalmente por: Gazeta de São João del Rei

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com
%d blogueiros gostam disto: