Vacinação contra gripe tem Dia D hoje, 13

A Campanha Nacional de Vacinação Contra a Gripe (Influenza) continua até o dia 26 de maio. Mas hoje, 13, Unidades Básicas de Saúde (UBS) ficarão abertas até 17h para imunizar moradores da cidade que se encaixem nos critérios do Ministério da Saúde.

Objetivo do Ministério da Saúde é vacinar 54 milhões de pessoas do grupo prioritário em todo o país - Foto: Agência Brasil / Divulgação

Objetivo do Ministério da Saúde é vacinar 54 milhões de pessoas do grupo prioritário em todo o país – Foto: Agência Brasil / Divulgação

Trata-se do Dia D da mobilização, que contava, até a quinta-feira, 11, com cerca 24 mil doses distribuídas da fórmula trivalente, protegendo contra três vírus.

A meta local, segundo a enfermeira da Vigilância Epidemiológica em São João, Eliene Freitas, é imunizar 28 mil pessoas até o encerramento da campanha, voltada em 2017 a idosos, trabalhadores do setor de Saúde, gestantes, mulheres em período máximo de 45 dias após o parto, crianças entre seis meses e menos de 5 anos de idade, povos indígenas aldeados e população privada de liberdade.

Além deles, também devem receber uma dose da vacina os pacientes diagnosticados com doenças crônicas como Diabetes, Asma, Bronquite e Hipertensão.

O público visado incluiu ainda professores das redes Pública e Particular de ensino, que foram imunizados no início do mês.

Motivação
O objetivo do Ministério da Saúde é vacinar 54 milhões de pessoas do grupo prioritário, o que corresponde a 90% dessa população. No ano passado, quando uma meta semelhante foi estipulada, a cobertura superou as expectativas e chegou a 93,5%.

A preocupação com a Influenza está ligada às complicações dela e se explica em números.

De acordo com informações do Portal da Saúde (http://portalsaude.saude.gov.br), até 1º de abril o país registrou 276 casos da doença, com 48 mortes, seis delas associadas ao vírus H1N1.

Algo que pode se agravar com as quedas de temperatura nesta época do ano. “Bem como a própria gripe, o índice de internações com o agravamento dela aumenta consideravelmente no período de Inverno e atinge principalmente o grupo prioritário visado pela vacinação. A vacina, portanto, protege contra essas possibilidades. Mas deve ser tomada o mais rápido possível porque sua proteção não é imediata. Isto é, o corpo precisa de alguns dias para sentir os efeitos da imunização”, lembra Eliene Freitas.

Cartão
Para ser imunizada, a pessoa que se encaixa em um dos perfis listados pelo Ministério da Saúde deve comparecer ao posto mais próximo munida do Cartão de Vacinação. No caso dos pacientes com doenças crônicas, eles precisam estar munidos, também, de um documento médico que comprove a condição.

Postado originalmente por: Gazeta de São João del Rei

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com
%d blogueiros gostam disto: