Governos municipais cobram recursos referentes às desonerações de ICMS das exportações

Da Redação

Instituída em 1996, a Lei Kandir, que isentou o ICMS para exportações de produtos primários e semielaborados, está de volta à pauta. O estado de Minas Gerais reivindica na Justiça receber cerca de R$ 135 bilhões da União. A iniciativa baseia-se na decisão do Supremo Tribunal Federal (STF) determinando que o governo federal compense os Estados pelas perdas que tiveram com desonerações de ICMS das exportações.

Recuperação das perdas da Lei Kandir voltou a ser discutida por gestores municipais em todo o estado

Recuperação das perdas da Lei Kandir voltou a ser discutida por gestores municipais em todo o estado

Deste valor, em torno de R$ 33,92 bilhões seriam devidos diretamente aos municípios. Diante disso, os gestores estão se mobilizando para que o recurso financeiro seja repassado às cidades mineiras. É o que explica o professor e conselheiro do Fórum Regional de Governo, Aurívio Veiga. De acordo com ele, Araguari tem o direito de receber em torno de R$ 204 milhões, sendo que a data limite para pleitear o pagamento junto ao Estado é novembro de 2017.

“Outras cidades da região estão se mobilizando para conquistar suas parcelas que são um direito adquirido, pois, o STF determinou que a União devolva este recurso para Minas Gerais. Assim, precisamos que a administração do município, os vereadores e autoridades se sensibilizem e comecem a promover ações para buscar este recurso e que a população cobre do poder público para que não percamos este recurso,” alertou  Aurívio Veiga.

O educador ressaltou ainda que o valor poderá ser empregado principalmente nos setores como saúde, segurança e educação, além do pagamento de dívidas públicas e de servidores municipais. “Para ressaltar a importância desta mobilização, também podemos dar o exemplo da Educação que receberia cerca de 20% do recurso, ou seja, em torno de R$ 40 milhões serão investidos diretamente no Fundo de Manutenção e Desenvolvimento da Educação Básica e de Valorização dos Profissionais da Educação (Fundeb),” ressaltou.

Para informar a população, promover a troca de informações sobre o ressarcimento e a real situação dos entes federados, o educador solicitou junto ao Legislativo que seja realizada uma audiência pública. Segundo apurou a reportagem, ainda não há informações sobre quando a reunião acontecerá em Araguari. Outros detalhes serão divulgados pela Gazeta do Triângulo, nas próximas edição.

Lei Kandir

Em vigor desde 13 de setembro de 1996, a Lei Kandir ((Lei Complementar Federal 87, de 1996) isenta do ICMS os produtos e serviços destinados à exportação, o que provocou reflexos nas arrecadações estaduais.

 

Postado originalmente por: Gazeta do Triângulo

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com
%d blogueiros gostam disto: