Primeiro trecho da BR-050 contemplado com obras emergenciais deve ser concluído em até 90 dias

Da Redação

A recuperação da rodovia será executada após decisão judicial

A Concessionária de Rodovias Minas Gerais Goiás S.A (MGO Rodovias) iniciou, nessa terça-feira, 30, as obras emergenciais que serão feitas em trechos da BR-050 que apresentam riscos aos motoristas. Os trechos da rodovia que ainda estavam em responsabilidade do Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (DNIT) foram entregues à empresa na segunda quinzena desse mês.

A empresa deverá empenhar um investimento de R$ 197,7 milhões nos próximos quatro anos

A empresa deverá empenhar um investimento de R$ 197,7 milhões nos próximos quatro anos

 

De acordo com a assessoria de comunicação da MGO Rodovias, serão executadas três obras emergenciais. “Iniciamos os trabalhos no Km 52 da BR-050, próximo à Praça de Pedágio Araguari II. Nesse local, havia uma erosão, que chegou a ocupar parte do acostamento. A via estava interditada, evitando que esse problema afetasse a pista. A obra de recuperação do talude deve ser executada entre 60 e 90 dias. Também faremos o sistema de drenagem e recomposição do terreno para evitar novas erosões no trecho. Dentre as obras emergenciais, essa é a menos complexa”.

A recuperação do viaduto localizado na entrada no município de Araguari também faz parte das obras emergenciais. “Existe um problema estrutural na cabeceira do viaduto e é necessário nivelar a pista. Esse trecho foi interditado no ano passado e, agora que assumimos a rodovia, esperamos concluir as obras no prazo previsto”.

Simultaneamente às obras emergenciais, a concessionária também fará a recuperação do pavimento em vários trechos. “Iniciamos a manutenção da iluminação em Araguari, pois havia lâmpadas queimadas em trechos da rodovia. Outro trabalho é o de recuperação da sinalização vertical e horizontal, que será realizado gradativamente. Iremos remover as placas danificadas, instalando novas e recuperaremos aquelas que ainda estiverem em condições de serem utilizadas. Essa melhoria da sinalização trará mais segurança aos motoristas”.

A Agência Nacional de Transportes Terrestres (ANTT) também deverá promover uma revisão extraordinária do valor das tarifas de pedágio. “A nossa revisão ordinária ocorre em abril, porém, como esses investimentos não estavam previstos, o juiz concordou que fosse feita uma revisão extraordinária. Ainda não fomos informados sobre a nova tarifa, mas assim que for publicada, informaremos aos usuários da rodovia para que não sejam pegos de surpresa”.

As obras de recuperação da BR-050 serão executadas após a decisão do juiz Lincoln Rodrigues de Faria. Segundo o Ministério Público Federal (MPF) foram identificados diversos problemas técnicos na pista, como deslizamento de terrenos em declive, trincas no pavimento, áreas de bota-fora, danos nos dispositivos de drenagem entre os km 0 e 65, entre outros.

Mais de 16 mil veículos passam mensalmente pelo trecho entre Araguari e Uberlândia, sendo que a empresa deverá empenhar um investimento de R$ 197,7 milhões e concluir as obras de caráter emergencial até junho de 2018.

Postado originalmente por: Gazeta do Triângulo

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com
%d blogueiros gostam disto: