Próxima temporada do vôlei nacional feminino deve ser marcada por mudanças

A atual temporada foi cancelada em função do Covid-19

A atual situação de pandemia do novo coronavírus vem causando diversos problemas pelo mundo. E o esporte não ficou de fora. Um exemplo é a Superliga de Vôlei Feminino, que teve a temporada encerrada.

O gerente de vôlei do Praia Clube de Uberlândia, André Lelis, concedeu entrevista ao GloboEsporte.com, para falar sobre qual postura a equipe adotará para a temporada.

O clube do Triângulo Mineiro deve adotar cautela e analisar com calma as possíveis situações de mercado. O clube aguarda entre as decisões possíveis, o fim do ranking de atletas no feminino e a abertura para três estrangeiras por time.

“É um ano atípico. Por conta dessa situação, demos uma parada no mercado, até para saber como vai ser o calendário. Tivemos que dar uma segurada, até porque virou uma chuva de agentes fazendo contato, porque nenhuma atleta quer ficar na Itália, na Europa, está uma loucura”, explicou o dirigente.

O Praia Clube fez uma excelente temporada. O time foi campeão Supercopa e do Campeonato Mineiro e vice na Copa Brasil e no Sul-Americano. Por terminar a Superliga em primeiro lugar, mesmo sem o troféu, a equipe garantiu vagas na Supercopa 2020 e no Sul-Americano 2021.

Anexos para downloads:

WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com
%d blogueiros gostam disto: