Assembleia decreta luto pelos mais de 10 mil mortos pela Covid-19 em Minas

Poucas horas depois de a Secretaria de Estado de Saúde de Minas Gerais (SES-MG) ter divulgado que foram registrados 10.031 óbitos de mineiros em decorrência da Covid-19, desde o início da pandemia até a manhã deste domingo (29), o presidente da Assembleia Legislativa de Minas Gerais (ALMG), deputado Agostinho Patrus, do Partido Verde, decretou luto oficial de três dias no Legislativo, contados a partir de hoje.

Em julho, quando o Estado registrou 1.007 mortos por causa da doença; em agosto, quando o país ultrapassou mais de 100 mil mortos por causa do novo coronavírus; e, em outubro, quando no Brasil foram contabilizados mais de 150 mil óbitos da Covid, a Assembleia Legislativa também decretou luto institucional de três dias.

Em nota, o presidente da Assembleia explicou que, durante o período de luto institucional, ficam proibidas comemorações de qualquer natureza no Lesgislativo.

Além disso, as bandeiras do Brasil, de Minas Gerais e de Belo Horizonte, localizadas no hall de bandeiras da Casa, ficarão hasteadas a meio-mastro, em memória e respeito às vítimas do novo coronavírus.

“Já são mais de 415 mil casos em nosso Estado. Uma situação alarmante que exige de todos nós atenção permanente quanto às medidas preventivas definidas pelas autoridades sanitárias. O cenário atual nos encoraja ainda mais a lutar contra este desafio sem precedentes. A ALMG, enlutada, se solidariza com as mais de 10 mil famílias devastadas pela dor”, afirmou Agostinho Patrus, por meio de nota.

Informações O Tempo

Postado originalmente por: Manhuaçu News

WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com
%d blogueiros gostam disto: