COVID-19: Prefeitura de Manhuaçu repassa 172 mil reais para conserto de respiradores do HCL

Na manhã desta sexta-feira, 08/05, a Prefeita Cici Magalhães procedeu com o repasse de R$ 172 mil para o conserto de sete respiradores do Hospital César Leite. Participaram da reunião o Vice-prefeito Renato Cezar Von Randow (Renato da banca), Secretária M. de Saúde, Dra. Karina Gama dos Santos Sales; Vereador recém-empossado, Alan do Alaor, e o Provedor do HCL, Sebastião Onofre de Carvalho.

O Projeto que autoriza o repasse do recurso para o hospital foi aprovado pela Câmara de Vereadores, recentemente.

07 DOS 10 RESPIRADORES ESTÃO EM USO

Com o aumento do número de pessoas atendidas com suspeita de contaminação pelo coronavírus, sete dos dez respiradores disponíveis em Manhuaçu estão em uso. É um índice que preocupa as autoridades.

A Prefeita Cici pontuou que ‘ao disponibilizarmos este recurso próprio do município para o conserto de sete respiradores, teremos um total de dezessete aparelhos, somados aos dez que estão em funcionamento. É nossa meta, diante deste cenário, chegar a trinta respiradores, pois, temos grande preocupação com o aumento de casos e a estrutura para atendê-los. Com o repasse, a Prefeitura colabora mais uma vez com o HCL, que mais uma vez cumpre seu papel de hospital filantrópico.

Tudo o que temos em relação a recursos financeiros e de pessoas estamos usando com o objetivo de postergar a incidência de casos e proteger a população. É preciso, mais do que nunca, valorizar e proteger os profissionais de saúde que estão dando a vida para proteger a população neste trabalho diário realizado no SUS’.

O Provedor do Hospital César Leite, Sebastião Onofre de Carvalho, ressaltou a importância do conserto destes sete respiradores, o que possibilitará ‘aumentar o atendimento nas UTIs destinadas aos pacientes contaminados pelo coronavírus. A retaguarda de respiradores na UTI é a retaguarda dos serviços de saúde que proporcionará a melhoria no tratamento do COVID-19 na região’.

A Secretária M. de Saúde, Dra. Karina Gama dos Santos Sales, reiterou que ‘o atendimento prestado em Manhuaçu é regional. Toda a estrutura que montamos no hospital é para atender a população local e das cidades vizinhas. Então, estes respiradores são muito necessários e todo esforço é muito válido’.

15 DE MAIO A 15 DE JUNHO: O PICO ESTATÍSTICO

‘A preocupação é efetiva, é atual, pois, o pico do número de casos deverá ocorrer entre 15 de maio e 15 de junho. Atendemos a um público superior a 300 mil habitantes, correspondente à população de Manhuaçu e cidades vizinhas socorridas no hospital. A situação é gravíssima. Reforçamos que o vírus é transmitido se não usar máscara, se não lavar as mãos e adotar as medidas preventivas. É preciso tomar consciência, senão muitos morrerão. A coisa é mais séria que se imagina’, alertou o Provedor do HCL, Dr. Sebastião Onofre de Carvalho.

(SECCOM)

Postado originalmente por: Manhuaçu News

WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com
%d blogueiros gostam disto: