Com uma divida R$ 3 bilhões, Ricardo Nunes da máquina de Vendas renegocia com bancos e enxuga estrutura

ricardo nunes ricardo eletro

 

Com uma divida R$ 3 bilhões, Máquina de Vendas renegocia com bancos e enxuga estrutura (Valor Econômico)

 

O jornal Estadão apurou que o faturamento da Máquina de Vendas caiu cerca de 10% em 2015, totalizando cerca de R$ 7 bilhões. A dívida bruta do grupo, que era de R$ 2,4 bilhões ao fim de 2014, continua preocupante – e estaria hoje por volta de R$ 3 bilhões, segundo duas fontes a par do assunto.

 

Ricardo Nunes negou, na terça-feira (12-12-2016), que o valor seja esse, mas não informou os dados atualizados de 2015, alegando que a companhia está em período de silêncio. A companhia informou à reportagem nesta quarta-feira (13), que a dívida líquida do grupo é de R$ 632 milhões (com base em fevereiro), mas não quis informar o tamanho da dívida bruta.

A reportagem apurou ainda que a varejista está em processo de reestruturação de sua dívida com os principais bancos do País e renegociando debêntures (títulos de dívidas). A consultoria G5 Evercore é responsável por essa reestruturação. Procurada, não quis comentar.

 

Terceira maior varejista de eletroeletrônicos e móveis do País, a companhia tenta renegociar suas pesadas dívidas e melhorar a gestão para sobreviver a um cenário bem distante do “boom” vivido pelo País quando a empresa foi formada, em 2010, a partir da fusão de Ricardo Eletro e Insinuante.

A decisão de antecipar a unificação partiu de Ricardo Nunes, fundador da Ricardo Eletro, que voltou à presidência da companhia no início de janeiro 2016 . Ele reassumiu o posto após a saída de Enéas Pestana, ex-Grupo Pão de Açúcar, inicialmente contratado para fazer uma reestruturação do grupo, mas que saiu para se tornar presidente da JBS na América do Sul.

O próprio Nunes será o garoto propaganda nacional da marca, com campanhas de marketing em TVs, rádios e outdoors em todo o País.

 

A Máquina de Vendas que irá surgir do processo de integração de suas redes e da renegociação de dívidas será menor do que era três ou quatro anos atrás. A varejista de eletrônicos reaparece após início de uma reorganização interna, numa espécie de hibernação que levou meses, com previsão de venda bruta na faixa de R$ 7,5 bilhões neste ano e redução de cerca de 30% no número de funcionários. Houve fechamento de 154 lojas de janeiro para cá – são 815 pontos hoje. Há dois anos, o grupo faturava cerca de R$ 9 bilhões e tinha pouco mais de mil unidades.

A partir do início de 2016, portanto em menos de um ano, o grupo foi obrigado a rever a forma como trabalha, dos sistemas de tecnologia ao formato do acordo da dívida que passou a limitar crescimento. Com os ajustes que têm sido feitos, a empresa tenta montar uma estrutura menos pesada e engessada, seis anos após a formação do grupo, criado a partir da fusão de Ricardo Eletro, do empresário Ricardo Nunes, e da Insinuante, do sócio Luiz Carlos Batista.

 

Pelo acordo de refinanciamento concluído na terça-feira, a empresa emite novas debêntures no montante de R$ 1,41 bilhão que liquidam a dívida restante da emissão de 2014, de cerca de R$ 800 milhões. Outros R$ 600 milhões foram usados para quitar débitos de contratos bilaterais com esses mesmos bancos. Foram duas séries de debêntures simples, de R$ 532,5 milhões, e R$ 884 milhões.

A empresa pagará aos debenturistas 123% do CDI – na emissão de 2014, a taxa era de 118% do CDI, mas num aditamento de 2015, após renegociação que já indicava as dificuldades financeiras, a taxa foi a 134% do CDI. A carência que era de um ano na emissão de 2014 dobrou para dois anos, dando certa folga ao caixa. O fechamento do contrato foi celebrado em vídeo enviado por Nunes a funcionários pelo Whatsapp, na terça-feira. “Quero agradecer aos que lutaram nos momentos difíceis. Agora a empresa está de pé”, disse ele.

 

Desde que a operação da Máquina de Vendas começou a se formar, em 2010, o mercado tinha dúvidas de que o modelo funcionaria. Eram tantos negócios juntos, com diferentes culturas e sócios – sem clareza da situação financeira de cada rede – que os analistas mantinham a cautela.

Um dos riscos nesse processo de integração está na mudança de sistemas de tecnologia. Outra ação envolve integração de todos os datacenters (que abriga servidores) em um único. “Tivemos que ‘desligá-los’ e reconectá-los num sistema apenas. Aí foi um efeito dominó, porque toda a estrutura de pessoal por trás, com diretores e gerentes, de cada datacenter, se tornou desnecessária. É um efeito de economia em cascata”, diz Nunes. A empresa não comenta, mas cálculos do setor dão conta de uma queda de 30% a 35% no quadro de funcionários de um ano e meio para cá, com a série de ações que diminuiu a estrutura do grupo.

A redução dos centros de distribuição neste ano, de 30 para 19, foram um teste nesse sentido. Para ficar em um exemplo, em Recife, a Máquina de Vendas tinha dois centros, da Insinuante e da Eletroshopping. Se um cliente comprasse um produto da Insinuante e o centro mais próximo pertencesse à Eletroshopping, a entrega não poderia sair do local mais próximo, porque os centros não eram da mesma empresa, com mesmo CNPJ. De julho em diante, Sudeste, Nordeste e Centro-Oeste, além do site, operam com mesmos centros.

Outro ajuste veio com a redução do ciclo de caixa, que significa receber mais cedo do cliente e pagar mais tarde à indústria. É uma conta crucial no varejo. Esse número subiu 2015. Neste ano, com diminuição de estoques, a necessidade de capital caiu em R$ 615 milhões (e R$ 482 milhões vieram de um menor valor de itens estocado).

Esses esforços maiores não se traduzirão em lucro neste ano. A empresa vai fechar 2016 com vendas menores (queda que pode chegar a 10%), e perda, não informada pela companhia. “Esperamos começar a colher resultados das ações que tomamos de 2017 em diante”, diz Magalhães.

 

fontes:

http://economia.estadao.com.br/noticias/geral,maquina-de-vendas-tenta-renegociar-dividas-e-antecipa-unificacao-de-marcas,1855352

 

http://www.seteco.com.br/maquina-de-vendas-renegocia-com-bancos-e-enxuga-estrutura-valor-economico/

Postado originalmente por: Nova FM

7 comentários em “Com uma divida R$ 3 bilhões, Ricardo Nunes da máquina de Vendas renegocia com bancos e enxuga estrutura

  • Avatar
    18 julho , 2019 em 09:06
    Permalink

    We’re a group of volunteers and opening a new scheme in our community. Your website provided us with valuable info to work on. You’ve done a formidable job and our whole community will be grateful to you.

  • Avatar
    15 junho , 2019 em 06:31
    Permalink

    This is a good influencing take on this specific thought. I am glad you shared your thoughts as well as ideas and I find that i am in agreement. I certainly like the straightforward writing additionally , the work you’ve you spend working on this post. A great many thanks yous for that great work and great luck with your web site, I will be looking forward to new subjects in the future.

  • Avatar
    15 junho , 2019 em 05:20
    Permalink

    There are incredibly a lot of details this way to take into consideration. This is a fantastic examine talk about. I provde the thoughts above as general inspiration but clearly you will find questions such as one you raise up the place that the most essential factor will be working in honest very good faith. I don?t know if guidelines have emerged about things such as that, but Almost certainly that your job is clearly recognized as a reasonable game. Both youngsters feel the impact of a moment’s pleasure, for the remainder of their lives.

  • Avatar
    29 maio , 2019 em 17:52
    Permalink

    I was more than happy to find this net-site.I wished to thanks in your time for this excellent read!! I positively enjoying each little bit of it and I have you bookmarked to check out new stuff you blog post.

  • Avatar
    27 maio , 2019 em 12:02
    Permalink

    Howdy! This is my first comment here so I just wanted to give a quick shout out and say I genuinely enjoy reading your articles. Can you suggest any other blogs/websites/forums that go over the same subjects? Thanks for your time!

  • Avatar
    4 maio , 2019 em 15:50
    Permalink

    Hi there, just turned into aware of your weblog through Google, and found that it is truly informative. I’m going to watch out for brussels. I will appreciate in case you proceed this in future. A lot of other people shall be benefited from your writing. Cheers!

  • Avatar
    26 abril , 2019 em 11:26
    Permalink

    Thank you for the auspicious writeup. It in fact was a amusement account it. Look advanced to far added agreeable from you! By the way, how can we communicate?

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com
%d blogueiros gostam disto: