Após criar e vender tubarões pela internet, homem paga multa de R$ 30 mil nos EUA

Ele já foi pego em 2017 transportando tubarões em um tanque dentro de um caminhão

Um homem teve que pagar multa de US$ 5 mil, o equivalente a R$ 30 mil, após criar tubarões ilegalmente no porão da sua casa em Nova York (EUA). Joshua Seguine, de 40 anos, confessou ainda que os animais seriam vendidos pela internet.

Ele criava sete tubarões-de-areia, espécie protegida pela cidade, conforme reportagem da Fox5.

As investigações iniciaram em julho de 2017, após Joshua ser preso na Geórgia (EUA) porque dirigia sem carteira e transportava cinco tubarões em um tanque em seu caminhão.

Na época, ele admitiu que levava os animais para Nova York e que iria vendê-los. Além disso, o americano revelou ter outros tubarões em sua casa.

As negociações eram feitas pela Aquatic Apex Life LLC, nome usado por Joshua para conduzir o comércio ilegal dos tubarões em um site.

Na casa do americano, os investigadores encontraram uma piscina que estava acima do chão com sete tubarões vivos. Os animais foram apreendidos por agentes ambientais. Além disso, foram achados dois tubarões mortos no local, de espécies diferentes.

Foto: Divulgação/New York State Department of Environmental Conservation

 

%d blogueiros gostam disto: