Bombeiros resgatam gavião que ficou preso em linha chilena, em Sabará

Um gavião acabou ficando preso por uma linha chilena, na manhã desta terça-feira (21), na Rua Monsenhor Horta, no bairro Santa Lúcia, em Sabará, na região Metropolitana de Belo Horizonte.

O Corpo de Bombeiros foi acionado para retirar o animal em segurança. A ave estava no telhado de uma residência.

Com equipamento de proteção e bastante cuidado, os militares retiraram a linha que prendia uma das asas do gavião. A ave foi solta próximo de uma área de preservação ambiental.

Segundo o Cabo Alexandre Márcio Neves, chefe da equipe que atendeu esta chamada, a linha chilena tem poder de corte quatro vezes maior que o cerol. Ainda conforme o militar, este tipo de acidente é comum no período de férias, principalmente com crianças, motoqueiros e pássaros, o que preocupa a corporação.

Pena mais dura     

Em dezembro do ano passado, foi sancionada a Lei 23.515, de 2019, que endurece a pena para quem fizer uso ou vender linhas cortantes, como cerol e linha chilena. Quem fabricar, comercializar ou usar a linha vai ter que pagar multa de mil Unidades Fiscais do Estado de Minas Gerais (Ufemgs). Em casos de reincidência, o valor pode aumentar em até 50 vezes, chegando a mais de R$ 179 mil. Se a linha estiver em poder de crianças ou adolescentes, cabe aos pais responder pelo crime.

Anexos para downloads:

WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com
%d blogueiros gostam disto: