Estudo revela que 32% das empresas vão permanecer investindo no rádio no segundo semestre deste ano

Uma pesquisa realizada pela Associação Brasileira de Anunciantes (ABA) revelou que o rádio é um importante veículo para divulgação de negócios, empresas e serviços durante a pandemia do novo coronavírus.

O estudo “A resposta das marcas à pandemia de Covid-19” avaliou as estratégias de comunicação e mídia de empresas de diferentes segmentos neste período. Com o resultado, 32% das empresas devem manter os investimentos planejados para o segundo semestre deste ano no rádio e 4% pretendem aumentar em até 20% do planejado inicialmente.

O levantamento contou com a participação das Associações Nacionais de Anunciantes da América Latina filiadas a World Federation of Advertisers (WFA).

A ABA disse ainda que coletou informações de 100 empresas distribuídas em países como Argentina, Bolívia, Brasil, Chile, Colômbia, Guatemala, Paraguai, Peru e Uruguai. Conforme a associação, as organizações pertenciam a diversos setores de atuação, dentre eles, alimentos e bebidas, produtos de cuidado com a casa, automóveis, eletrônicos, serviços de telecomunicação, cosméticos e higiene pessoal.

“A participação da ABA neste estudo é mais uma iniciativa da entidade em promover informações e ferramentas relevantes aos nossos associados, com o objetivo de desenvolver o mercado, os aprendizados e o compartilhamento de tendências”, ressalta a presidente executiva da ABA, Sandra Martinelli.

 

WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com
%d blogueiros gostam disto: