Juiz de Fora: conheça as propostas das candidatas Delegada Sheila (PSL) e Lorene Figueiredo (PSOL)

O Portal Amirt realizou entrevistas exclusivas com dezenas de candidatos à prefeitura de cidades mineiras 

A série de entrevistas inicia nesta segunda-feira (19) com as candidatas à prefeitura de Juiz de Fora, na Zona da Mata, delegada Delegada Sheila (PSL) e Lorene Figueiredo (PSOL). Amanhã, terça-feira (20), participam da sabatina os candidatos Wilson Rezato (PSB) e Margarida Salomão (PT).

Nesta entrevista, a candidata do PSL explicou que construiu um plano de gestão no período de quatro meses. O plano, segundo ela, contou com a ajuda de especialistas. “Eu acho que o coração do nosso plano gestor hoje é a questão econômica. Até porque a cidade de Juiz de Fora já estava passando por um momento muito complicado, economicamente falando, fechando o ano de 2019 com o déficit de R$ 95 milhões e o ano de 2020 com previsão de R$ 150 milhões. É uma situação complicada que se agravou mais por conta da pandemia, do desemprego, são mais de 6 mil desempregados, mais de 400 lojas fecharam suas portas, então nós estaremos baseando nossas propostas principais na questão econômica”, explicou a delegada.

Conforme a candidata do PSOL, o objetivo do partido é modificar o atual cenário político e, consequentemente, trabalhar em prol de quem está na periferia.  “Nossa principal tarefa é transformar cada trabalhador, cada morador de Juiz de Fora, em sujeito político dos processos. Então em primeiro lugar nós vamos governar com/para as comunidades. Nós queremos transformar os bairros periféricos, em bairros do Centro, e isso significa que os direitos têm que ser universais,  significa que a periferia tem que ser o foco da nossa principal intervenção, porque lá estão as pessoas que trabalham mais, que são mais exploradas no ponto de vista econômico, que estão na base da produção da riqueza e, que justamente por isso, deveriam ter os seus direitos mais garantidos. E o que acontece é o oposto, a exploração econômica se reproduz na negação dos direitos sociais”, afirma.

Além disso, as candidatas falaram sobre suas propostas para diminuir o número de crimes violentos na cidade.

De acordo com a delegada Sheila, a criação do Fundo Municipal de Segurança Pública iria ajudar a angariar recursos. “Nós podemos captar recursos para estarmos investindo na área de prevenção. Prevenção na área da assistência social, cultura, esporte, isso diminui a criminalidade. Nós sabemos que a criminalidade em Juiz de Fora é muito focada, a maioria dos homicídios são de jovens entre 16 e 29 anos, porque está faltando prevenção”.

Lorene Figueiredo conta que já possui um grupo de trabalho, que é composto por mais de 100 pessoas, sendo pesquisadores e trabalhadores de diversas áreas. “O que nós vamos fazer em primeiro lugar é retomar os programas, sejam eles de natureza federal ou estadual, que são bem sucedidos. Nós vamos desenvolver uma política de diálogo entre entes federativos para poder avançar nessa direção”, destacou.

Assista à entrevista na íntegra:

Clique aqui para baixar o vídeo.

 

Anexos para downloads:

WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com
%d blogueiros gostam disto: