Mais de 2.500 casais homoafetivos registraram união estável em MG

Apesar do reconhecimento do STF, presidente do Cellos explica que existe muito preconceito vindo até de cartórios

Em dez anos, 2.508 casais homoafetivos registraram união estável em Minas Gerais. Os dados são do Colégio Notarial do Brasil. Apenas no ano passado, 232 pessoas registraram união deste tipo.

A união estável entre pessoas do mesmo sexo foi reconhecida em 5 de maio de 2011 pelo Supremo Tribunal Federal (STF). Na época, 343 registros foram feitos. Até hoje, 2011 foi o ano com mais uniões homoafetivas concretizadas.

Para o presidente do Centro de Luta pela Livre Orientação Sexual de Minas Gerais (Cellos), Cleiton Lopes, ainda existe muito preconceito sobre este tipo de união até mesmo em cartórios e locais onde o casal busca os documentos.

Apesar do reconhecimento do STF, ainda não existe uma lei que regulamente a união entre pessoas do mesmo sexo. Cleiton destaca que presa apenas pelo “direito de viver”.

Desde junho do último ano, além de cartórios, a união estável também pode ser feita pela internet.

 

Anexos para downloads:

WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com
%d blogueiros gostam disto: