Nota de pesar: AMIRT lamenta morte de Natálio Luz

A Associação Mineira de Rádio e Televisão (AMIRT) lamenta, profundamente, a morte do radialista Natálio Luz. O profissional, que também era diretor, ator e dramaturgo, possuía uma voz marcante e conhecida em toda a cidade de Juiz de Fora, na Zona da Mata.

Natálio, que estava internado no Hospital Nove de Julho, faleceu aos 89 anos. O radialista lutava há anos contra o mal de Parkinson.

Imigrante italiano, Natale Chianello, vindo a se tornar conhecido como Natálio Luz, chegou ao Brasil na década de 50, aos três anos de idade. O profissional passou pela TV Tupi, rádio Globo, Mayrink Veiga e Roquete Pinto.

Em Juiz de Fora, iniciou carreira como radioator. Passou pelas rádios Industrial e Super B-3. Além disso, fez bastante sucesso com o radioteatro “Cristo total”.

O enterro ocorreu nessa quarta-feira (13), às 15h, no Cemitério Parque da Saudade.

A entidade deseja condolências a todos profissionais, amigos, familiares e admiradores do radialista. Natálio fez parte da comunicação e história de Juiz de Fora, que foi agraciada por seu talento e brilhante trabalho.

 

Anexos para downloads:

WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com
%d blogueiros gostam disto: