Pesquisa compara números da Covid-19 entre o Sul de Minas e Manaus

Em janeiro 17 de janeiro, o Sul de Minas obteve aumento de 126% dos casos da doença e Manaus 125%

Uma pesquisa mostrou que a cidade de Alfenas foi mais impactada pela pandemia, mas que Poços de Caldas registrou mais mortes por Covid-19. O estudo foi feito pela Universidade Federal de Alfenas (Unifal-MG), que apontou indicadores da doença no Sul de Minas.

Conforme o levantamento, a região obteve aumento de 126% dos casos da doença. Em comparação com Manaus, capital do Amazonas, o número foi superior. Na cidade do norte do país, o crescimento foi de 125%, o que causou um colapso na saúde.

O estudo revelou também que em Alfenas o risco de contágio é maior e em Poços de Caldas o de morte. Dentre os municípios do Sul de Minas, Varginha é o que possui melhor gestão da doença, com menos mortes registradas por habitante.

Os pesquisadores compararam os números do Sul de Minas com o de Manaus. De acordo com os dados, as curvas da região e da cidade estavam muito parecidas em novembro. No dia 17 de janeiro, o Sul de Minas apresentou crescimento da média semanal de casos de 126% e Manaus de 125%.

Um trecho da pesquisa destaca que o aumento é reflexo das festividades de final de ano e, não, necessariamente, da variante mutante. Além disso, a Unifal ressaltou que o Sul de Minas possui 2.812.944 habitantes, ou seja, é 29% mais populoso que Manaus, que possui 2.182.763 habitantes.

Vale lembrar que a média diária é de 228 casos no Sul de Minas, desde o início da pandemia. Em Manaus, a média chega a 331.

 

 

Anexos para downloads:

WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com
%d blogueiros gostam disto: