Pesquisa revela que 73,7% das notícias sobre o novo coronavírus compartilhadas no WhatsApp são falsas

Uma pesquisa realizada pela Fundação Oswaldo Cruz revelou que 73,7% das informações ou notícias sobre o novo coronavírus que circulam no WhatsApp são falsas. O estudo mostrou ainda que no Instagram a taxa de notícias falsas é de 10,5% e no Facebook 15,8%.

A análise foi feita com base nas notificações recebidas pelo aplicativo Eu Fiscalizo e ocorreu entre os dias 17 de março e 10 de abril. Os dados coletados fazem parte do trabalho das pesquisadoras da Escola Nacional de Saúde Pública (Ensp/Fiocruz) Claudia Galhardi e Maria Cecília de Souza Minayo.

A pesquisadora Claudia Galhardi explicou que no dia 17 de março houve aumento considerável no número de notícias falsas relacionadas à área da saúde. Segundo ela, dentre as notícias falsas, estão a de que o vírus não é real e de receitas caseiras para combate à Covid-19.

Além disso, Galhardi contou que 71,4% das notícias falsas que circulam no WhatsApp têm como fonte a Fiocruz. No Facebook, o número de citações da fundação cai para 26,6%. A Organização Mundial da Saúde (OMS) e o Fundo das Nações Unidas para a Unicef somam 2% das instituições citadas em informações falsas na internet.

A Fiocruz explicou que, até o início de maio, informações recebidas no aplicativo Eu Fiscalizo serão coletadas para elaboração de um relatório com o objetivo de esclarecer se os dados foram inventados ou distorcidos.

No aplicativo Eu Fiscalizo, a população pode notificar notícias falsas ou impróprias veiculadas em veículos de comunicação, mídias e redes sociais.

Anexos para downloads:

WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com
%d blogueiros gostam disto: