Polícia deflagra operação contra tráfico e exploração sexual de crianças em Minas Gerais e mais três estados

A ação teve início em 2018, quando um homem tentava vender a própria sobrinha para russos

A Polícia Federal e a Polícia Civil de São Paulo cumprem, nesta quarta-feira (25), três mandados de prisão e 219 de busca e apreensão em estados do Brasil, incluindo Minas Gerais. A operação, denominada “Black Dolphin”, investiga o tráfico e a exploração sexual de crianças.

Estão sendo cumpridos um mandado de prisão em São José do Rio Preto, no interior de São Paulo, e dois em uma cidade do Rio Grande do Sul. Além disso, 219 mandados de busca e apreensão estão sendo realizados nos estados de São Paulo, Rio de Janeiro, Minas Gerais e Rio Grande do Sul.

A operação teve início em 2018. Na época, um homem estava tentando vender a sobrinha para bandidos na Rússia. Para cometer o crime, ele levaria a menina para a Disney da Europa, fingiria que ela desapareceu no parque e entregaria aos russos.

Desta forma, a polícia começou a monitorar o deep web, uma parte da internet que não pode ser localizada por buscadores do Google, e encontrou uma rede de criminosos sexuais. Neste espaço, eles vendem e compram vídeos de crianças sendo exploradas sexualmente.

 

Anexos para downloads:

WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com
%d blogueiros gostam disto: