Projeto Bossa Criativa realiza primeira live no YouTube

A primeira live do projeto Bossa Criativa ocorreu na noite dessa terça-feira (30) e contou com a participação do secretário de Estado de Cultura e Turismo, Leônidas Oliveira.

A transmissão foi mediada pelo diretor artístico e vice-diretor da Escola de Música da Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ), Marcelo Jardim, que também coordena o projeto.

Segundo Marcelo, o projeto vai trazer informações sobre música, teatro, dança, artes visuais, circo, literatura, patrimônio cultural, dentre outros.

“O Bossa Criativa foi pensado, inicialmente, para ser um projeto de eventos presenciais, mas no momento atual tivemos que usar a criatividade e o estímulo desse mundo virtual para que a gente pudesse envolver os artistas, quem faz a cultura e a arte e quem também está na gestão. O objetivo é criar uma interlocução compartilhada para que o gestor escute o artista e o artista escute o gestor”, explicou.

A plataforma tem apoio da Fundação Nacional de Artes (Funarte) e da UFRJ e visa dar voz para essas diferentes culturas. O Bossa Criativa vai contar com dois editais da Funarte e três projetos em parceria com a UFRJ.

“Sei que estamos vivendo um momento muito difícil, mas estamos com um empenho muito grande em transformar todas essas ações no online. Lançamos há poucos dias o edital Respira Arte. Só queremos devolver a Funarte ao funcionamento total para os artistas, para a cultura e para as artes”, afirmou o presidente da Funarte, Luciano Silva, que também participou da live.

Para Leônidas, que enalteceu a arte, está à frente da Funarte foi importante para que ele entendesse melhor a realidade da cultura e também para a criação do projeto. O secretário já foi diretor-executivo da entidade.

“Ele nasceu de todos nós, sobretudo da Funarte e da equipa da entidade, que mesmo nesse momento dificultoso não deixou de tocar as coisas para frente”, destacou o secretário. Ele aproveitou para revelar que, através do Arte Salva, conseguiu entregar pelo menos 70 toneladas de alimento.

O presidente da Funarte destacou também que, devido ao atual cenário, muitas mudanças precisarão ser feitas e que elas devem ser mantidas após a pandemia. “A partir de hoje nós vamos ter sempre espetáculos online e offline e eu acredito que a partir de agora sempre estaremos fazendo trabalhos nos dois meios”.

Também participaram da live a mestre em Estudos Contemporâneos das Artes, cantora e atriz, Bia Bedran, e o cantor, compositor, violinista e pesquisador da cultura popular brasileira, Chico Teixeira.

Dentre as ações do Bossa Criativa, estão shows de artistas convidados, videoaulas e uma série de oficinas online, que serão postadas gradativamente no site. “Vamos ter oficinas de gestão cultural para que a gente possa orientar na preparação, pois inúmeros editais vão surgir por aí. Então vamos trabalhar essa parte de capacitação em várias vertentes das artes e também lançar um edital para que a gente possa complementar essas ações online”, disse Marcelo.

WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com
%d blogueiros gostam disto: