Queda de avião deixa três mortos em BH; piloto teve quase 100% do corpo queimado

Na manhã desta segunda-feira (21), uma aeronave caiu no Bairro Caiçara, na região Noroeste de Belo Horizonte. O avião caiu logo após decolar do Aeroporto Carlos Prates e atingiu três carros, no cruzamento das ruas Minerva e Belmiro Braga. A queda fez com que os veículos pegassem fogo.

“Dessas seis vítimas, nós temos três óbitos. Um dentro da aeronave, um dentro de um veículo e um terceiro, provavelmente, ainda a ser identificado, um transeunte”, destacou o Coronel Erlon Dias do Nascimento Botelho, Subcomandante do Corpo de Bombeiros, durante entrevista coletiva.

O avião que caiu tinha prefixo PR-ETJ e era da marca Cirrus. Foto: Reprodução/Redes Sociais

Segundo Botelho, as outras três vítimas, que foram socorridas pelo Corpo de Bombeiros e pelo Samu e encaminhadas aos hospitais, estavam dentro da aeronave.

As vítimas foram levadas para o Hospital de Pronto Socorro João XVIII, em BH. De acordo com informações do G1, o piloto, Alan Duarte de Jesus Silva, de 29 anos, teve quase 100% do corpo queimado. Além dele,  Srrael Campras dos Santos, de 33 anos, que também está internado, teve 32% do corpo queimado.

O outro ocupante da aeronave, de 32 anos, teve 55% do corpo queimado. Até o momento sua identidade não foi revelada.

A aeronave teria como destino a cidade de Ilhéus, na Bahia, conforme publicado pelo G1. Porém, o Corpo de Bombeiros esclareceu que apenas o plano de voo poderá confirmar esta informação.

Referente ao paraquedas que estava no local, Botelho explicou que ainda não é possível confirmar se um dos tripulantes tentou saltar da aeronave. “Realmente o paraquedas é da aeronave, mas nós não temos a informação se ele foi utilizado ou não por algum ocupante,” disse.

Peritos da Polícia Civil de Minas Gerais (PCMG) estão no local para fazer levantamentos sobre os prejuízos materiais causados, bem como, a constatação das mortes já divulgadas. De acordo com a assessoria de imprensa da Polícia Civil, “o responsável por investigar causas de acidentes aeronáuticos, em regra, é o Centro de Investigação e Prevenção de Acidentes Aeronáuticos (Cenipa), da Força Aérea Brasileira (FAB)”. Por este motivo, aguarda os técnicos do Cenipa para realizar os trabalhos.

A Polícia Civil também destacou que os nomes das vítimas só serão divulgados após a realização dos exames de necropsia no Instituto Médico Legal (IML).

Imagens Corpo de Bombeiros

Vale lembrar que no dia 13 de abril deste ano, um avião caiu na mesma rua. Na época, Francisco Fabiano Gontijo, que pilotava a aeronave, morreu carbonizado. O avião também pegou fogo e bateu no portão de uma residência. Diversas casas ficaram sem energia.

Atualizado às 14h50.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com
%d blogueiros gostam disto: