Por falta de verbas, Santa Casa de Ouro Fino ameaça fechar leitos clínicos de Covid-19

O diretor administrativo da Santa Casa explicou que os gastos foram divididos com sete prefeituras, mas somente duas realizaram o pagamento

A Santa Casa de Ouro Fino, no Sul de Minas Gerais, ameaça fechar leitos clínicos de Covid-19 por falta de verba. Conforme a unidade, cada leito custa cerca de R$ 5 mil por mês e o prejuízo passa de R$ 860 mil.

Para amenizar a situação, um acordo foi feito com sete prefeituras para dividir os gastos, porém só foi cumprido por duas. Segundo o Diretor Administrativo da Santa Casa, Octávio Miranda, dentre as cidades que pagaram o valor combinado está Ouro Fino.

No local possuem 14 leitos que necessitam de equipe médica, incluindo enfermeiras, além de manutenção de equipamentos, oxigênio e medicações.

A dívida já passa de R$ 1,6 milhão. Apenas a Santa Casa, assumiu o prejuízo de mais de R$ 865 mil. O restante do valor foi dividido entre sete cidades da região.

O diretor administrativo explicou que as prefeituras ainda não deram retorno sobre o pagamento e que até o dia 1º de agosto pode não ter mais pacientes com Covid-19 no hospital. No momento, os pacientes internados seguem em tratamento na unidade, mas o processo de fechamento dos leitos já iniciou.

Quem trata da doença no hospital deve ser transferido até o dia 1º de agosto. Porém, se os prefeitos pagarem o valor combinado, os leitos não serão mais fechados.

 

Leia também:

 

trecho do acidente

Anexos para downloads:

%d blogueiros gostam disto: