28 Congresso
Divinópolis e Região

Após afastamentos e prisões em operação, Justiça determina posse de vereadores substitutos em Iguatama

Por: Portal MPA 24/10/2017 17:00

Foto: Prefeitura de Iguatama

Após a realização da Operação “Casa de Espíritos”, realizada pelo Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado (Gaeco/Divinópolis) e que terminou com a prisão do presidente da Câmara Municipal de Iguatama, vereador Herivelto Ferreira Pedrosa, do ex-Vereador Genilson Basílio do Vale e do assessor Jurídico da Câmara Municipal, Dr. Hirondel Lopes de Camargos, o Juiz Dr. Altair Resende Alvarenga determinou que o vereador Saide Eustáquio Ferreira se tornasse o presidente da Câmara até a realização de novas eleições para o cargo.

Uma reunião extraordinária que definiria a composição da mesa diretora seria realizada na última segunda-feira (23), mas foi adiada. Além do pedido de afastamento de Herivelto, foram determinados os afastamentos dos vereadores Hélio dos Reis Pinto e Paulo Luchen com substituição imediata. Outras 16 pessoas foram investigadas. Na última sexta-feira (20), foi realizada uma reunião extraordinária. Na solenidade, o presidente da Câmara em exercício, vereador Saide Eustáquio Ferreira, a prefeita de Iguatama, Ivonete Leite e o vice, Christian Gonçalves deram posse aos três vereadores substitutos: Edmilson Ricardo Martins,Ayrton Leão,Mozart Silva Júnior.

A reportagem tentou contato na última segunda-feira (23) e nesta terça-feira (24) com o atual presidente da Câmara, Saide Eustáquio Ferreira na Prefeitura de Iguatama, porém ele não foi localizado.

A operação ‘Casa de Espíritos’ tem como objetivo apurar os crimes de organização criminosa, peculato, desvio e fraude em procedimentos licitatórios relacionados à Câmara Municipal. As fraudes estão relacionadas às contratações de serviços de faxina, limpeza de caixas d’água e táxi. São investigados também crimes relacionados a desvio de combustível e de gêneros alimentícios. Há ainda uma investigação sobre a existência de funcionário fantasma no órgão legislativo.

Presidente da Câmara Municipal de Iguatama, assessor jurídico e ex-vereador são presos por suspeita de desvios e fraudes em licitações

Postado originalmente por: Portal MPA

WP Facebook Auto Publish Powered By : XYZScripts.com
%d blogueiros gostam disto: