Comandante Regional explica operações de escolta para abastecer Divinópolis e região

Durante entrevista coletiva concedida na manhã desta quarta-feira (30), o comandante da 7ª Região da Polícia Militar, Coronel Marcelo Augusto dos Santos destacou a operação montada com escoltas para abastecer cidades do Centro-Oeste com combustíveis e gás de cozinha.

De acordo com o comandante, para Divinópolis, estão previstos mais 28 caminhões (11 de combustível e 17 de gás) para esta quarta-feira (30). Do total, 23 saíram nesta manhã em direção a Belo Horizonte para carregamento. Caminhões de São Gonçalo do Pará e Itaúna se juntarão ao comboio, que deve ultrapassar a marca de 40 veículos. “Foi articulado com outros órgãos, como Ministério Público, órgãos de Defesa Social e distribuidores de combustíveis e gás de cozinha para ter um abastecimento maior na cidade hoje. Chegou um abastecimento de madrugada, mas a gente quer, com esse estabelecimento, dar uma estabilizada melhor”, explicou o comandante.

Coronel Marcelo explicou ainda que além da operação na MG-050, uma ação semelhante está sendo desenvolvida pelos militares na BR-262, atendendo a municípios como Bom Despacho, Nova Serrana e Pará de Minas. Uma nova operação de escolta está programada para esta quinta-feira (31), para reforçar o abastecimento na região.

Sobre o trabalho nas rodovias do Centro-Oeste, o comandante regional destacou as atividades de conscientização dos caminhoneiros e explicou o motivo da intervenção policial. “Não temos mais bloqueios. Em Divinópolis todos foram desmobilizados, os caminhões estão circulando normalmente. Essa segurança, estamos fazendo porque os motoristas estão inseguros diante da dúvida ainda em relação ao término do movimento. Na nossa região, fizemos uma intervenção grande de conscientização dos caminhoneiros nos pontos de bloqueio, justamente porque a comunidade estava sofrendo com a questão. A gente não tem o que questionar ou falar da motivação da greve. Mas julgamos importante atuar, porque não queremos que crie um clima de instabilidade e perturbação da ordem. A Polícia Militar tomou essa atitude em todo o Estado para não deixar ao extremo, de falta de itens de primeira necessidade de uma forma geral”, completou.

Clique para exibir o slide.

Postado originalmente por: Portal MPA

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com
%d blogueiros gostam disto: