Cooperativa de apoio comunitário e zeladoria tem atuação em Divinópolis e gera polêmica

Algumas pessoas procuraram a Associação Comunitária Para Assuntos de Segurança Pública (Acasp) para esclarecimentos sobre a atuação da Cooperativa de apoio comunitário e zeladoria tem atuação em Divinópolis. O fato gera polêmica porque muitos entendem o serviço como uma proteção, mas segundo o advogado da empresa, isso não é a oferta. Da mesma forma o assunto gera debate tendo em vista que é compreendido, ou causa a sensação de segurança.

Os representantes da empresa estiveram na reunião semanal da Acasp, com o advogado Fernando Carlos Gomes, ele explicou que o trabalho desenvolvido não deve ser confundido com segurança ou vigilância, mas apoio as pessoas cooperadas e zeladoria, quase um trabalho doméstico. É realizado por um colaborador, em uma moto no horário de 22h as 05h, sendo este a oferecer apoio as residencias, casas comerciais, industrias, condomínios, templos religiosos, apoio quando nas ruas do bairro. Oferta-se a presença do zelador para verificar barulhos estranhos ou movimentos suspeitos de pessoas, comunicando a policia militar por meio do  190, qualquer anormalidade verificada. Também que este deve fazer pequenas compras. O advogado falou que cada um dos cooperados paga pelo serviço, uma quantia que varia entre R$30,00 e R$50,00 mensais. 

O Ten Robson, da Polícia Militar, falou que fez contatos em Divinópolis com a empresa e a Polícia Federal e nada foi encontrado no sentido de irregularidade, mas aguarda posicionamento do comando geral a respeito do assunto.

A polêmica maior é com respeito ao sentimento de segurança, sendo esta um dever do Estado e um direito de todos, e pago por meio dos impostos.

 

 

Postado originalmente por: Portal MPA

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com
%d blogueiros gostam disto: