Pedro Cine Fotos
Divinópolis e Região

Eduardo Print Jr aceita convite para ser candidato a Deputado Estadual

Por: Portal MPA 15/02/2018 4:00
O vereador Eduardo Print Júnior (Solidariedade) esteve em Belo Horizonte à convite do deputado federal Zé Silva, presidente. O objetivo do encontro foi fechar os detalhes da pré  candidatura a deputado estadual da região centro oeste. 
 
Segundo Eduardo, um dos fatores que lhe fizeram aceitar o convite é eleger deputados estaduais do Partido Solida­riedade, uma vez que não há nenhum representante da le­genda na Assembleia Legisla­tiva de Minas Gerais (ALMG). 
 
“Aceitamos o desafio de ajudar o [partido] Solidariedade a disputar as eleições esse ano na Assembleia Legislativa, uma vez que o Solidariedade não tem nenhum deputado estadual hoje, eleito”, explica.
 
Outro motivo que levou o vereador a lançar a sua pré-candidatura a deputado esta­dual foi o atual deputado estadual Fabiano Tolentino (PPS) em disputar uma cadeira na Câmara dos Deputados. 
 
Conforme Eduardo, o par­tido quer, no mínimo, quatro representantes na ALMG na próxima legislatura, sendo um de Divinópolis. Print Jú­nior ressalta que, se a cidade tiver até cinco candidatos a deputados estaduais, o mu­nicípio terá no mínimo dois representantes na Assembleia Legislativa. “Vale hoje a gente fazer reuniões macro, chamar os sindicatos, as associações e fazer uniões, pois a união faz a força, e essa força será a repre­sentatividade que Divinópolis terá na Assembléia”, avalia. 
 
Como vereador em Divinópolis, Print Júnior destaca que em seu primeiro mandato, conseguiu mais de R$ 5 mi­lhões em emendas junto a vários deputados  e um Senador . “Divinópolis vive hoje um momento eco­nômico muito delicado, muito difícil, que vai exigir da gente também como vereador um papel fundamental na sua reconstrução”, enfatiza.
 
Após aceitar o convite para a pré-candidato a deputado estadual, Eduardo aguarda o restante das indi­cações e a votação para lançar a sua candidatura. O primeiro passo do vereador é conquistar votos dentro do próprio partido, para então ser candidato a deputado estadual. “Nós pre­cisamos saber o número de candidatos que disputarão a Assembleia Legislativa e em julho quando aconte­ce a homologação dos nomes. Até lá, nós temos que fazer uma conquista interna para que os filiados do Solidarieda­de possam nos dar um voto de confiança para disputarmos a eleição estadual”, conclui. 

Postado originalmente por: Portal MPA

%d blogueiros gostam disto: