Funcionários de boate são presos por crime bárbaro em Lagoa da Prata

A Polícia Civil de Minas Gerais em Lagoa da Prata apurou o homicídio de André Nascimento, ocorrido em 20 de novembro de 2016, e efetuou a prisão dos suspeitos. A vítima trabalhava e morava em uma boate, situada às margens da rodovia MG-170, sendo encontrada sem vida em um canavial, próximo ao povoado dos Mirandas, com grande parte do corpo carbonizado.

Entre os presos, estão Gabriel Bruno da Macena, Márcia Daniella Silva Nere e Edilaine Cristina Borges, todos funcionários da Boate. Gabriel é suspeito de cometer o crime com o auxílio de um adolescente.

O Delegado Leonardo Mota concederá outras informações sobre o crime em uma entrevista coletiva, realizada nesta quinta-feira (19), às 9h, na Delegacia de Polícia Civil em Lagoa da Prata.

Polícia Civil de Minas Gerais

Postado originalmente por: Portal MPA

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com
%d blogueiros gostam disto: