Anuncie
Divinópolis e Região

Padres presos na Operação Caifás tiveram amnésia seletiva durante depoimentos afirma MP

Por: Portal MPA 22/03/2018 9:00

.

O Ministério Público começou nesta semana a ouvir os padres presos na Operação Caifás, que aponta desvio de mais de R$ 2 milhões em paróquias do estado de Goiás. O grupo se apropriou do dinheiro referente a doação de dízimos, taxas de casamento, batismo e recursos arrecadados em eventos como barraquinhas. De acordo com a promotoria o crime acontecia desde 2015.

O Bispo Dom José Ronaldo é apontado como o cabeça do esquema de fraude. Durante a operação, deflagrada na segunda-feira (19), o MP encontrou na casa dos nove acusados R$ 135 mil em dinheiro.

A prisão dos religiosos revoltou os fiéis. Enquanto os suspeitos prestavam depoimentos, eles rezaram e cantaram na porta do Ministério Público. A expectativa da promotoria é de que até sexta-feira (23), quando vence o prazo de prisão temporária dos envolvidos, essa primeira fase das investigações seja concluída.

Todos falaram e apresentaram suas versões, mas houve contradições e amnésia seletiva nos depoimentos prestados”, explicou o promotor Douglas Chegury. A promotoria espera oferecer denúncias por apropriação indébita, associação criminosa, lavagem de dinheiro, falsidade ideológica, podendo chegar de 10 a 20 anos de prisão, se condenados.

Postado originalmente por: Portal MPA

WP Facebook Auto Publish Powered By : XYZScripts.com
%d blogueiros gostam disto: