PCMG prende o Garrincha, ladrão de casas de luxo, em férias no litoral baiano

PCMG prende o Garrincha

PCMG prende o Garrincha

O suspeito, que teria dado prejuízo de cerca de R$ 1,5 milhão às vítimas de Montes Claros, foi detido em um hotel de Porto Seguro durante operação conjunta das polícias civil de Minas e da Bahia

O Tempo

Policiais de Montes Claros, no Norte de Minas, prenderam um dos maiores arrombadores de casas de luxo do país, nesta quinta-feira (7), em um hotel de Porto Seguro (BA). O suspeito de 52 anos, que é conhecido como “Garrincha”, teria gerado um prejuízo de R$ 1,7 milhão somente às suas vítimas na cidade mineira. A Polícia Civil (PC) contou com o apoio da corporação baiana na prisão.

Conforme a assessoria de imprensa da polícia de Minas, as investigações foram iniciadas em Montes Claros após furtos em casas de alto padrão da cidade serem registrados entre setembro e outubro de 2016.
Durante os levantamentos, coordenados pelo delegado Herivelton Ruas Santana, foi descoberto que o ladrão estaria de “férias” em um hotel no centro da cidade do litoral baiano. A Justiça concedeu um mandado de prisão que foi cumprido nesta quinta.

De acordo com a polícia, ele teria levado cerca de R$ 1,7 milhão das duas residências. Depois dos roubos na cidade do Norte de Minas, Garrincha voltou ao Distrito Federal. Porém, agentes da Polícia Civil mineira passaram a monitorá-lo.

Hoje, com apoio de policiais baianos, o cerco foi fechado e o criminoso preso em Porto Seguro. A ação foi comandada pelo delegado Herivelton Ruas, da Delegacia de Investigações Especiais de Montes Claros, e contou com a participação de 11 policiais.

De acordo com o delegado Renato Nunes Henriques, chefe do 11º Departamento de Polícia Civil, em Montes Claros, Garrincha não resistiu à prisão.

Monitorado por policiais, Luiz Garrincha foi apanhado no momento em que abastecia o carro, um Kia Sportage, em um posto de combustíveis, no Centro de Porto Seguro. Ele estava hospedado com a família em um hotel, onde foram encontrados joias e produtos eletrônicos, que a polícia suspeita que sejam produtos dos ataques às casas das pessoas.


Na suíte em que”Garrincha” estava hospedado foram encontradas diversas joias e alguns objetos utilizados por ele nos crimes, entre eles um carro Kia Sportage, cujo preço varia de R$ 50 mil a mais de R$ 100 mil.

O homem, que utilizaria seus conhecimentos para abrir cofres e desarmar alarmes, já foi preso em 2012 pela mesma modalidade de crime, porém, em Brasília (DF). O preso é transferido nesta sexta-feira (6) para Montes Claros e deverá ser apresentado pela PC na segunda-feira (9).

Postado originalmente por: Portal MPA

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com
%d blogueiros gostam disto: