Policia Civil desvenda duplo homicídio e acusados já estão presos

A Polícia Civil de Minas Gerais em Campo Belo concluiu as investigações que apuraram o duplo homicídio que vitimou o casal Adilson Moreira Neves, de 37 anos, e Priscilla Alves Girardelli, de 24, mortos na zona rural de Cristais (MG), no dia 26 de setembro de 2015.

Foram presos e indiciados pelo crime Wanderléia Ricarte, José Mira Júnior, Luciano Francisco Rodrigues e Tiago Ricarte, pela Polícia Civil, que apurou que o crime teria motivação passional.  

O crime ocorreu no sítio onde o casal morava, na Comunidade do Óleo, zona rural de Cristais. Na ocasião, o corpo de Priscilla foi encontrado parcialmente carbonizado e o de Adilson, com lesões provenientes de arma de fogo.

Conforme o delegado José Rubens Nogueira Neto, todos os elementos investigativos colhidos levam a crer que os assassinatos tiveram motivação passional. “Adilson matinha um relacionamento extraconjugal com Wanderléia, fato descoberto por Priscilla e, por consequência, levado ao conhecimento de Luciano, o que gerou várias intrigas e desavenças entro os envolvidos, culminando com a morte do casal”, explicou.

Os suspeitos, que se encontram recolhidos no sistema prisional, respondem agora pelos crimes de homicídio praticado por motivo fútil e que impossibilitou a defesa das vítimas, além de vilipêndio de cadáver, cujas penas podem chegar até 30 anos de prisão.

Postado originalmente por: Portal MPA

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com
%d blogueiros gostam disto: