Rascunhos da Vida: Amigos à mesa.

Algumas coisas alegram meu coração, mas existem cinco coisas que me fazem ficar exuberante: Ler algo bom, especialmente a Bíblia; conviver com minha família verdadeira; uma “boa prosa” estando assentado à mesa com amigos; uma boa comida caseira; e uma acrescida xícara de café. Parece que essas cinco coisas são necessárias à minha sobrevivência.

Jó 42.10-17

Foto de arquivo pessoal

Nos últimos dois dias nós tivemos a saborosa oportunidade de recebermos uma família de amigos em casa. Tivemos todos os critérios de higiene requeridos para o momento e obedecemos aos mesmos critérios de distanciamento usado para os veículos de locomoção pública. Mas, também tivemos oportunidade de conhecer melhor uma família de irmãos e seu terceiro integrante cujo nome é Pompom (um coelhinho fofinho daqueles de propaganda para Páscoa).

Em ambos os momento compartilhamos quatro das cinco coisas que eu mais gosto. Tivemos a oportunidade de ler a Bíblia, uma que ganhei de presente e a outra no celular. Foi possível uma boa prosa daquelas à beira do fogão a lenha, sem precisar de máscaras tanto no sentido físico como figurado. Desfrutamos de uma boa comida preparada com carinho e dedicação e quem sabe contando com um tempero especial.

E acima de tudo tivemos um tempo em família, e agora me refiro à família real, o que incluí a família na fé. Não existe nada mais gostoso que fazer parte de uma família. E isso não significa concordar com tudo, aceitar tudo, ou omitir tudo. Pelo contrário uma família discorda procurando acordo, não permite tudo para aceitar o que gera benefícios a todos, não omite tudo para revelar sonhos, projetos e soluções.

O autor de provérbios diz que “o amigo ama o tempo todo, e na angústia nasce o irmão”, Jó por sua vez provou isso. Ele descobriu quem verdadeiramente eram os seus amigos e enquanto ele zelava por eles em oração o Senhor mudou a sua sorte. Foi o Senhor quem restaurou sua vida, sua saúde, sua família, sua propriedade. Não era uma barganha, mas uma retribuição do Senhor a alguém que não esperava nada em troca.

Aprenda com Jó, ore por seus amigos, por seus irmãos, ore em favor dos seus inimigos, e veja como Deus restaura a sua sorte. Talvez você não perceba, mas os maiores benefícios que você recebe da mão de Deus são a certeza da salvação e vida eterna. No entanto o Altíssimo também nos abençoa com coisas que alegram o nosso coração e suprem nossas necessidades. Sejam elas de leituras agradáveis e substanciais, de comida sobre a mesa, de afeto no diálogo entre amigos, de contato com sua família de verdade (incluindo aqueles que são eleitos para participar dela) e até mesmo de um copo de café.

Pense nisso, e aproxime-se de Deus, não esperando algo em troca, mas com convicção de que há seu tempo tudo Ele nos proporcionará. Restaurando sua vida, família, propriedades e fé.

Um grandioso e forte abraço!
Nos eternos laços do amor de Cristo.

Rodrigo Fonseca Andrade
Um servo que adora ver Deus suprindo todas as suas necessidades.

O post Rascunhos da Vida: Amigos à mesa. apareceu primeiro em Portal MPA.

Postado originalmente por: Portal MPA

WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com
%d blogueiros gostam disto: