Rascunhos da Vida: Comin’ down on a sunny day?

Eu adoro músicas antigas, ritmadas e as belas letras nas canções que escuto. Como elas despertam em minha alma sentimentos e muitas vezes alegram o meu coração.

Salmo 137

Retirado do site: https://pt.freeimages.com/photo/jazz-1253485

Já notei que após fazer meu devocional diário eu preciso ouvir canções que me inspirem durante o dia. Adoro as canções do “Logos”, “Sal da Terra”, “Expresso Luz”, “Milton Nascimento”, “Tom Jobim”, “Creedence” e outros. Ontem acordei, após ouvir a voz de Deus falando ao meu coração no texto acima, e após o meu devocional eu precisei parar para ouvir canções “alegres”, então ouvi “Comin’ down on a sunny day?” do Creedence.

O final do refrão sempre diz “você já viu a chuva cair num dia ensolarado?” (pelo menos é assim que eu entendo, não sou tão bom em inglês como noutras línguas as quais me dedico). Isso me faz lembrar um cenário bonito, paradisíaco, e maravilhoso. Faz-me recordar o arco-íris que aparecia depois da chuva repentina na “Lajinha” de Pedra do Indaiá (uma cachoeira belíssima, mas muito descuidada).

O arco-íris por sua vez me recorda uma promessa. A promessa de Deus não destruir a humanidade através das águas, mas ao mesmo tempo me faz refletir na justiça de Deus que não volta atrás. Deus não é homem para mentir, assim afirma a sua Palavra, mas ele é fiel a si e consequentemente a nós.

Chuvas caem mesmo em dias ensolarados, como cantam os integrantes do Creedence, isso reflete que mesmo na mais perfeita bonança podem acontecer inúmeros problemas sobre nossa vida. Mesmo diante da alegria e da dor existe a esperança das coisas normalizarem.

Se as lágrimas rolam no seu rosto, não as impeça, pois elas precisam cair. No entanto derrame as suas lágrimas no local certo. Derrame diante de Deus, e junto aqueles que lhe amam, apoiam e amparam. Não aceite que a dor lhe destrua internamente. Ouça o que é bom, leia o que edifica, veja o que agrada o coração e traga esperança.

Se de fato precisamos aprender de tudo e assim reter o que é bom, por que não selecionar melhor o que temos para aprender? Porque não usar nosso tempo para ler bons livros, ouvir boas músicas, ver o que Deus tem feito de maravilhoso pela Terra, ao invés de trazer para sua vida tudo àquilo que não reverte em benefícios efetivos para você nos momentos de angústia? Pense nisso!

Um grande e forte abraço!
Nos eternos laços do amor de Cristo!

Rodrigo Fonseca Andrade
Um servo que após conectar-se a Deus sintoniza em boas rádios.

O post Rascunhos da Vida: Comin’ down on a sunny day? apareceu primeiro em Portal MPA.

Postado originalmente por: Portal MPA

WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com
%d blogueiros gostam disto: