Rascunhos da Vida: O melhor de mim.

Eu e Sílvia assistimos a um filme bem interessante na sexta-feira. Seu título “O melhor de mim”. Mesmo não concordando com algumas coisas e concordando com outras, no final a protagonista fica com o melhor do outro.

João 15.1-12

Retirado do site: https://www.pexels.com/pt-br/procurar/graft/

Há alguns anos conheci um jovem que após descobrir uma doença grave precisou ser transplantado. Ele me disse que ali naquele bloco cirúrgico ele se lembrou dos ensinamentos de sua mãe (uma senhora crente) sobre Jesus Cristo e entregou seu coração para ele.

Ele me contou algumas coisas sobre um transplantado que eu não sabia. Que é necessário tomar uma medicação diária para que não haja rejeição e é preciso uma avaliação constante de tempos em tempos.

Cristo diz claramente que a purificação dos pecados se dá através dele e de sua palavra. E nós “jambuzeiro bravo” quando nele enxertado não somos rejeitados e produzimos frutos conforme a vontade do Senhor.

No entanto como num transplante bem sucedido nos devemos continuar nos alimentando e também sendo medicados por sua Palavra a fim de nos apresentarmos a Deus um dia como alguém que não tem do que se envergonhar.

Pense nisso, a salvação é um ato único (como um transplante), mas a santificação um processo (como os cuidados diários de um transplantado).

Um grande abraço.
Nos eternos e fraternos laços do amor de Cristo.

Rodrigo Fonseca Andrade
Um servo que tem como o melhor em mim um novo Coração dado por Jesus.

 

O post Rascunhos da Vida: O melhor de mim. apareceu primeiro em Portal MPA.

Postado originalmente por: Portal MPA

WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com
%d blogueiros gostam disto: