Vereadores de Itapecerica voltam atrás e desistem de aumentar o próprio salário

(Foto Wellington Vieira/DN)

(Foto Wellington Vieira/DN)

Um dia após a aprovação dos projetos de lei que aumentaram os salários de prefeito, vice, secretários e vereadores de Itapecerica, os parlamentares da Câmara de Vereadores do município voltaram atrás na decisão.

Devido a má repercussão da decisão nas redes sociais e nas ruas, o presidente da Câmara de Vereadores de Itapecerica, Omar Macota (DEM) enviou um ofício ao prefeito, Antônio Dianese (PP) nesta quarta-feira (14), solicitando que os projetos fossem devolvidos ou que o Executivo encaminhasse a mensagem de veto.

O aumento nos salários seria de 7,38%. Com o reajuste o valor do subsídio dos vereadores passaria de R$ 4.946,15 para R$ 5.311,17. O valor do subsídio fixa o vencimento do prefeito de Itapecerica chegaria a R$ 14.942,94 e do vice-prefeito em R$ 7.969,06, enquanto o dos secretários seria de R$ 4.687,83. Durante a votação, na última terça-feira (13), sete vereadores votaram a favor: Gilberto de Marilândia (PTB), Zé Rodrigues (PR), Dr. Sinval Diniz (PR), Antônio Balbino (PHS), Xandy (PSC), Marciel (DEM) e Zezé Mariano (PSB).

O presidente da casa, Omar Macota (DEM), só votaria em caso de empate. O vereador Dr. Alessandro (PV) foi o único voto contrário à aprovação. Os vereadores Rômulo da Feirinha (PSDB) e Miro (PP) não participaram da reunião, porem suas ausências foram justificadas.

Leia também:

Vereadores de Itapecerica votam reajuste de subsídios para novos mandatos

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com
%d blogueiros gostam disto: