Fiscais e PM resgatam trabalhadores em condições precárias

Em uma ação realizada, na última segunda-feira (23), pela Gerência Regional do Trabalho (GRT) Divinópolis, sete trabalhadores foram resgatados na zona rural de Formiga, na região Centro-Oeste de Minas Gerais. O grupo trabalhava em condições precárias, sem acesso a água potável, sanitários e Equipamentos de Proteção Individual (EPI’s).

A GRT identificou que eles eram submetidos a condições análogas a escravidão. Todas as pessoas são da cidade de Pedra Azul, no Norte do Estado.

A fiscalização contou com participação de três auditores fiscais do Trabalho da GRT Divinópolis e com a Polícia Militar (PM) de Formiga. Na propriedade rural eram cultivadas plantações de eucalipto e também era produzido carvão vegetal.

Os funcionários, não tinham registro na Carteira de Trabalho. Alguns estavam com salários atrasados, outros nem chegaram a receber valores. Eles foram encaminhados para sua cidade e vão receber o Seguro-desemprego. Além disso, vão ser inseridos em cursos de capacitação profissional.

Os vínculos empregatícios foram formalizados e serão rescindidos. O empregador, além de fazer o acerto dos valores, vai responder administrativamente perante o Ministério da Economia e ainda vai ter seu nome na “Lista Suja do Trabalho Escravo”, ficando assim impossibilitado de receber benefícios e subsídios.

 

Fonte: Portal Amirt

O post Fiscais e PM resgatam trabalhadores em condições precárias apareceu primeiro em .

Postado originalmente por: Portal Onda Sul – Carmo do Rio Claro

WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com
%d blogueiros gostam disto: