Número de divórcios cresce em cidades do Sul de Minas. Aprovação de lei pode ser a causa

De acordo com dados do Colégio Notarial do Brasil, Secção Minas Gerais (CNB Minas Gerais), revelaram que na região o índice de divórcios aumentou 7,19% em 2018 com relação ao ano de 2017.

As informações levaram em conta os atos praticados após a aprovação da Lei 11.441/07, que permitiu a realização de inventários, partilhas, separações e divórcios nos cartórios de notas.

De acordo com a escrevente Daniela Avelar, entre uma de suas declarações, para efetuar o divórcio em cartório, a taxa cobrada é de R$500. Além disso, é fundamental a presença de um advogado, a posse da certidão de casamento atualizada, RG, CPF e a documentação relativa aos bens compartilhados (se houver). Caso os envolvidos tenham filhos menores de idade, a separação não pode ser registrada em cartório, mas no fórum municipal.

São Roque de Minas, Alpinópolis e Itaú de Minas foram as cidades no Sul de Minas com  a maior porcentagem de registros de divórcios entre os anos de 2017 e 2018. Ao contrário dessas, São João Batista do Glória, Pratápolis e Piumhi representam os menores registros de divórcio.

 

O post Número de divórcios cresce em cidades do Sul de Minas. Aprovação de lei pode ser a causa apareceu primeiro em .

Postado originalmente por: Portal Onda Sul – Carmo do Rio Claro

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com
%d blogueiros gostam disto: